Membro da delegação de Cuba nos Jogos Pan Americanos pede refúgio no Chile; outros 7 deixam a vila olímpica e não fazem mais contato




Reportagens em veículos de imprensa do Chile afirmam que sete atletas cubanos deixaram as acomodações da vila olímpica e não estão mais em contato com as autoridades cubanas. Propaganda dos Jogos Pan Americanos em Santiago, no Chile
Pilar Olivares/Reuters
Um membro da delegação de Cuba que participou do Jogos Pan Americanos pediu refúgio no Chile, onde ocorreu o evento. A informação foi revelada pelo governo chileno nesta terça-feira (7).
Ainda há 21 cubanos que participaram dos Jogos que não deixaram o território chileno.
Reportagens em veículos de imprensa do Chile afirmam que sete atletas cubanos deixaram as acomodações da vila olímpica e não estão mais em contato com as autoridades cubanas.
O vice-ministro de Interior, Manuel Monsalve, afirmou que os sete atletas citados nas reportagens pediram refúgio.
O governo do Chile afirmou que os membros da delegação de Cuba tinham vistos específicos para seus passaportes e que devem expirar nos próximos dias.



G1 Mundo