Insultos e túmulos profanados: como extrema direita alimenta ódio aos cristãos em Jerusalém | Mundo


Foi em uma noite no final do serviço, por volta das 23h, pouco antes do horário de fechamento”, diz o proprietário do restaurante. “Eles se postaram na entrada do restaurante. Primeiro nos insultaram, depois cuspiram em nós. Gritaram ‘morte aos árabes, morte aos cristãos, saiam daqui, este não é o país de vocês, voltem para o Vaticano’, como se os cristãos viessem do Vaticano. Veja como eles são estúpidos. Na realidade, eles são apenas um bando de extremistas ignorantes, galvanizados pela retórica [odiosa] de seus líderes. E eles agem, sem sequer pensar”, diz Miran Grégorian.



G1 Mundo