Dez dias depois de “mutirão” Avenida Wilson Mendes continua cheia de areia na pista

0
3357

Apenas dez dias depois que a Prefeitura de Cabo Frio e a COMSERCAF anunciaram que seria feito um “mutirão de limpeza” da Avenida Wilson Medes, em Cabo Frio, os representantes da Associação de Amigos daquela que é uma das principais portas de entrada e saída da cidade reclamam que tudo não passou de um “mutirão fake”. Eles mandaram fotos das pistas completamente cobertas de areia e lixo e disseram que a tal limpeza só acontece uma vez por mês, quando na verdade deveria ser praticamente diária. Além disso, os usuários da rodovia também reclamam que, mesmo assim, apenas pequenos trechos recebem essa manutenção, em detrimento aos cerca de 3,5 quilômetros de extensão da rodovia, até a divisa com São Pedro da Aldeia.

A Avenida Wilson Mendes, que também é muito mal sinalizada e onde sobram armadilhas nas calçadas, é usada por centenas de trabalhadores, diariamente, que vão de bicicleta para o trabalho, saindo de quatro populosos bairros da cidade: Jardim Esperança, Porto do Carro, Boca do Mato e Monte Alegre, esse último, onde aliás fica a nova sede da COMSERCAF, na Avenida Nelore. A areia na pista é um risco para os ciclistas. Em vários trechos eles são obrigados a desviar dos bancos de areia no acostamento para não derraparem e caírem. Mesmo assim, segundo a Associação de Amigos da Avenida Wilson Mendes, tombos são frequentes.

Não bastasse isso, os moradores das áreas mais próximas são obrigados a conviver com uma infinidade de mosquitos, já que há mais de um ano a Prefeitura de Cabo Frio não faz o desassoreamento de um canal que existe no local e a água fica parada por meses, justamente no terreno que foi desapropriado pelo próprio município e onde se pensava instalar o Centro de Convenções da cidade. O espaço não foi construído e agora é criadouro de mosquitos e outros vetores de doenças. O valão fica perto do Dormitório das Garças. Até o fechamento dessa matéria, nem a Prefeitura nem a CONSERCAF haviam se manifestado sobre as reclamações.

Conteúdo exportado via Portal de Notícias Administrável Hotfix