Chefe do Grupo Wagner posta primeiro vídeo desde motim e indica estar na África | Mundo


“A temperatura é de mais de 50, do jeito que a gente gosta. O Grupo Wagner torna a Rússia maior ainda em todos os continentes, e a África, mais livre. Justiça e liberdade. Pelo povo africano, estamos tornando a vida um pesadelo para o Estado Islâmico, a Al-Qaeda e outros bandidos”, disse Prigozhin.



G1 Mundo