Botafogo toma susto, mas vence o César Vallejo-PER e assume liderança


Tinha tudo para ser uma noite tranquila em Trujillo, mas o Botafogo, após marcar três gols no primeiro tempo, parou e sofreu para superar o modesto César Vallejo-PER, nesta quinta-feira (25). Apesar dos sustos, o Alvinegro venceu por 3 a 2 e assumiu a primeira posição do Grupo A da Copa Sul-Americana.

Victor Sá, Adryelson e Gustavo Sauer colocaram o time de Luís Castro em vantagem, antes do intervalo. Na segunda etapa, Mena e Noronha descontaram para a equipe do técnico Loco Abreu. Os peruanos acertaram uma bola na trave de Lucas Perri no último lance, desperdiçando a chance do empate.

O Glorioso tem os mesmos oito pontos e saldo de gols da LDU-EQU, mas a liderança é alvinegra pelos gols pró: 9 a 7. O Magallanes-CHL tem três pontos e chances remotas de avançar, enquanto o César Vallejo, com um, está eliminado.

A importância de terminar a fase em primeiro lugar é fugir dos playoffs que os segundos colocados terão contra os terceiros lugares dos grupos da Libertadores.

Passeio alvinegro no primeiro tempo

O início do Botafogo foi morno, com o César Vallejo se sentindo confortável para atacar pelas laterais. As bolas levantadas na área não foram problemas para Lucas Perri, e, em pouco minutos, a partida foi controlada pelo time de Luís Castro. A diferença tática e técnica era gritante e parecia questão de tempo até o Alvinegro encaixar o jogo para abrir o placar com tranquilidade. E foi justamente assim.

Tchê Tchê e Marçal já tinham construído bom lance, mas foi do lançamento de Marlon Freitas que surgiu o primeiro gol. Victor Sá dominou no peito, se livrou da marcação e finalizou no alto, sem chances para Grados: 1 a 0 aos 21 minutos.

Mais 10 minutos de um monólogo alvinegro até que Marçal, em cobrança de falta, colocasse Adryelson em condições de ampliar o placar: 2 a 0.

Aos 37, virou passeio em Trujillo. Sá tabelou com Eduardo, avançou e deixou Gustavo Sauer na cara do gol: 3 a 0!

Mudanças já no intervalo

Diante de tamanha tranquilidade, o Botafogo já voltou do intervalo com Sampaio, Segovia e Raí nos lugares de Adryelson, Cuesta e Tchê Tchê, três dos principais nomes do Alvinegro. Afinal, o time de Luís Castro é líder do Brasileirão e, no próximo domingo (28), recebe o América, no Nilton Santos.

César Vallejo desconta e cresce

A intensidade, naturalmente, caiu, e o César Vallejo voltou a alçar bolas na área do Botafogo. Foram dois lances de perigo, um aos 12 e outro aos 17, antes de Mena completar cruzamento de Vélez e descontar para o time mandante, aos 19. Foi um dos lances que o zagueiro Sampaio teve dificuldades.

O volume do César Vallejo não era grande, tampouco a pressão vinda das vazias arquibancadas, mas o time da casa foi sentindo o momento ruim do Botafogo e cresceu na partida, encontrando espaços para atacar pelas laterais.

Logo após entrar, Noronha recebeu com liberdade na área e até olhou para área, mas a bola foi direto na direção do gol, encobrindo Perri: 3 a 2 aos 33.

Loco Abreu encheu o time de atacantes e Mena, já aos 51, teve a bola do jogo, mas acertou a trave esquerda de Lucas Perri.

O Botafogo, sofrendo muito mais do que o necessário, respirou aliviado com o apito final e a vitória.

César Vallejo-PER 2 x 3 Botafogo

César Vallejo: Grados; Quiñones, Ascues, Garcés e Santiago Torres (Fuentes); Angel Rodríguez (Noronha), Quinteros, Ysique, Vélez (Olaya) e Alejandro Ramírez; Mena. Técnico: Loco Abreu.

Botafogo: Lucas Perri; Di Placido, Adryelson (Sampaio), Cuesta (Segovia) e Marçal; Marlon Freitas, Tchê Tchê (Raí) e Eduardo (JP Galvão); Gustavo Sauer (Júnior Santos), Victor Sá e Tiquinho Soares. Técnico: Luís Castro.

Gols: Mena (20’/2ºT) e Noronha (33’/2ºT), do César Vallejo; Victor Sá (21’/1ºT), Adryelson (31’/1ºT) e Sauer (37’/1ºT), do Botafogo.

Cartão amarelo: Mena (César Vallejo); Marçal e Victor Sá (Botafogo).

Motivo: Quarta rodada do Grupo A da Copa Sul-Americana.

Data: 25 de maio de 2023, às 21h (de Brasília).

Local: Estádio Mansiche, em Trujillo (PER).

Árbitro: Facundo Tello (ARG).

Assistentes: Juan Pablo Belatti (ARG) e Gabriel Chade (ARG).

Árbitro de vídeo: Mauro Vigliano (ARG).



CNN Brasil