Zé Ricardo pede calma no Cruzeiro em momento de pressão: ‘Força mental e sabedoria’


Zé Ricardo pediu cautela no Cruzeiro
Foto: Divulgação/Cruzeiro

Zé Ricardo pediu cautela no Cruzeiro

O técnico do Cruzeiro, Zé Ricardo, vê novo momento de pressão com a camisa celeste. Afinal, após a derrota para o Internacional, por 2 a 1, na tarde de domingo (5), no Mineirão, a equipe ficou novamente em situação delicada e pode entrar para a zona de rebaixamento na noite desta segunda-feira (6), caso o Vasco vença o Botafogo.

Para o treinador celeste, aliás, o momento exige força mental e sabedoria para lidar com a situação. Zé Ricardo ressaltou, inclusive, que momentos difíceis ajudam no crescimento.

“Na reta atual, é focar na próxima partida. Dentro do que era possível, nos preparamos bem para o adversário. A gente tem que saber viver esses momentos. A vida não nos reserva só coisa boa, o ser humano cresce muito no momento de dificuldade. Eu só entendo que a gente precisa continuar produzindo, mostrar tranquilidade e controlar a ansiedade. Tem que ter força mental e sabedoria para resolver essa situação”, observou.

Aliás, Zé Ricardo foi bastante xingado pela torcida do Cruzeiro durante a partida, sobretudo, após substituir Matheus Pereira por Mateus Vital. Na coletiva, no entanto, o treinador evitou polêmicas.

“Matheus Pereira está recuperando o ritmo, nos últimos anos quando ele teve jogos em sequência, como na Arábia, ele teve problemas, e isso preocupa, então precisamos de um pouco mais de gás e vivacidade no jogo. Com Vital a gente esperava a mesma coisa, com as trocas e as infiltrações. Ele e o Robert saíram em movimento, então na minha visão as substituições deram um ânimo e um gás pra equipe”, finalizou.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook



Portal IG