Wesley Carvalho admite que briga por Libertadores ‘ficou mais difícil’; veja as chances matemática do Athletico


Wesley Carvalho admite que briga por Libertadores ‘ficou mais difícil’
Foto: José Tramontin/Athletico

Wesley Carvalho admite que briga por Libertadores ‘ficou mais difícil’

Depois da derrota para o Palmeiras, Wesley Carvalho falou sobre a vaga na Libertadores. Os índices de classificação da equipe são de cerca de 33,5%

Depois da derrota para o Palmeiras por 1 a 0, na noite do último sábado (4), pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Wesley Carvalho admitiu que a briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores ficou mais difícil. O Athletico permaneceu com 49 pontos, um atrás do Flamengo, porém com dois jogos a mais.

Depois da derrota para o Palmeiras por 1 a 0, na noite do último sábado (4), pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Wesley Carvalho admitiu que a briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores ficou mais difícil. O Athletico permaneceu com 49 pontos, um atrás do Flamengo, porém com dois jogos a mais.

O Furacão permaneceu na sétima colocação, porém a distância para o G-4 subiu para seis pontos e pode ficar em sete, caso o Red Bull Bragantino vença o Corinthians em casa, neste domingo (5). Wesley Carvalho falou que ficou complicado, mas que se conseguir uma sequência, a situação pode melhorar e voltar para briga.

– Ficou uma situação mais difícil. Mas vamos acreditar até o final, vamos buscar. Vamos tentar pontuar dentro de casa, tentar buscar os pontos fora contra o Bahia. De repente, com seis pontos, conseguimos ficar muito mais próximos. Tem os resultados das outras equipes também, não sabemos o que vai acontecer. E aí, quem sabe, já estamos de novo nesta briga novamente. – Afirmou Wesley Carvalho

Para saber tudo sobre o  Athletico
, siga o 
Esporte News Mundo

 no 
Twitter
Facebook

e
Instagram

.

Neste momento, faltando seis rodadas para o Atheltico no Brasileirão, a equipe tem 33,5%
de chances de conseguir uma vaga na Libertadores, segundo os índices da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
. O Furacão vem em uma decrescência, já que o índice esteve próximo dos 70% em rodadas anteriores.

O Athletico fará seis jogos na competição, todos contra times que estão atrás do Rubro-Negro na tabela: Fortaleza (casa), Bahia (fora), Vasco (casa), Cruzeiro (fora), Santos (casa) e Cuiabá (fora). O primeiro compromisso será quarta-feira (8), às 20h, contra o Fortaleza, na Ligga Arena.

O Furacão permaneceu na sétima colocação, porém a distância para o G-4 subiu para seis pontos e pode ficar em sete, caso o Red Bull Bragantino vença o Corinthians em casa, neste domingo (5). Wesley Carvalho falou que ficou complicado, mas que se conseguir uma sequência, a situação pode melhorar e voltar para briga.

– Ficou uma situação mais difícil. Mas vamos acreditar até o final, vamos buscar. Vamos tentar pontuar dentro de casa, tentar buscar os pontos fora contra o Bahia. De repente, com seis pontos, conseguimos ficar muito mais próximos. Tem os resultados das outras equipes também, não sabemos o que vai acontecer. E aí, quem sabe, já estamos de novo nesta briga novamente. – Afirmou Wesley Carvalho

Para saber tudo sobre o  Athletico
, siga o 
Esporte News Mundo

 no 
Twitter
Facebook

e
Instagram

.

Neste momento, faltando seis rodadas para o Atheltico no Brasileirão, a equipe tem 33,5%
de chances de conseguir uma vaga na Libertadores, segundo os índices da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
. O Furacão vem em uma decrescência, já que o índice esteve próximo dos 70% em rodadas anteriores.

O Athletico fará seis jogos na competição, todos contra times que estão atrás do Rubro-Negro na tabela: Fortaleza (casa), Bahia (fora), Vasco (casa), Cruzeiro (fora), Santos (casa) e Cuiabá (fora). O primeiro compromisso será quarta-feira (8), às 20h, contra o Fortaleza, na Ligga Arena.





Portal IG