Thiago fala de protestos da torcida e avalia temporada do Coritiba: ‘Foi terrível’


Thiago fala de protestos da torcida e avalia temporada do Coritiba: ‘Foi terrível’
Nicolas Kirilov

Thiago fala de protestos da torcida e avalia temporada do Coritiba: ‘Foi terrível’

Neste domingo (5), o Coritiba recebeu o Goiás, no Couto Pereira, e foi derrotado por 1 a 0. A equipe de Thiago realizou um dos seus piores jogos no quesito de vontade e garra, apesar de ter boas chances de gol a vitória não esteve perto em nenhum momento e o jogo ficou marcado pelos protestos da torcida contra o treinador alviverde.

+ Atuações ENM: Ataque faz jogo apático e Coritiba sofre nova derrota dentro do Couto Pereira; veja as notas

Depois de uma derrota dolorida para o Grêmio na última quarta, a torcida do Coritiba esperava um pouco de hombridade do elenco no duelo contra o Goiás, porém não foi visto isso e a derrota foi inevitável durante todo o jogo. Na coletiva, Thiago deu sua visão sobre a partida, mas entendeu que o resultado mais uma vez foi cruel com o clube.

“Hoje o jogo não foi tão ruim assim, acho que foi abaixo do que produzimos nos últimos jogos, mas considerando o cenário começamos de igual para igual e a primeira chance clara foi nossa. Depois disso com as trocas tentei deixar a gente mais ofensivo, o que conseguimos em um certo momento, mas no contra-ataque fomos punidos. Com o placar jogando contra nós, a torcida irritada e todos os outros fatores, ficou difícil buscar o empate.”

Pela primeira vez na sua pequena carreira como técnico, Thiago Kosloski vivenciou os gritos de revolta da torcida do Coritiba contra as suas decisões. Na derrota, o comandante foi expulso na reta final e os torcedores comemoram a expulsão, algo extremamente claro para todos no estádio. Thiago comentou sobre o episódio de uma maneira honesta e sincera.

“Foi uma parte da torcida né, um grupo atrás do banco que infelizmente não tiveram o comportamento da torcida do Santos, por exemplo, quando a gente perdeu para eles lá depois deles terem tomado de sete para o Inter. Hoje nossa torcida empurrou a gente, principalmente a arquibancada, que é a torcida mesmo do Coritiba, o pessoal que mais cobra, mas atrás do banco teve esse grupo e respeito eles pois estão no seu direito. No final essa é minha vida, quando ganha sou gênio e nas derrotas o burro. Tenho minha parcela de culpa com certeza, tentei fazer de tudo possível, mas estando nesse espiral, que é a zona, é muito difícil de jogar e mudar a situação.”

Para saber tudo sobre o  Coritiba
, siga o 
Esporte News Mundo

 no 
Twitter
Facebook

e Instagram

.

Com o rebaixamento para a Série B praticamente decretado no primeiro ano da SAF no Coritiba, Thiago mais uma vez comentou sobre o futuro do clube e novamente adotou o discurso de que atualmente o clube sangra, mas em breve voltará a sorrir, pois confia no que tem sido feito nos bastidores do Coxa.

“O futuro do Coritiba para mim, podemos pegar o Bragantino como exemplo, eles entram aqui no futebol brasileiro tentando subir de divisão, mas não conseguiram, depois disso compraram um time e no primeiro ano na Série A brigaram para não cair, agora, depois de três quatro anos, estão lutando pelo título. A situação é gradativa, se amanhã a gente já poder brigar por título ia ser lindo, mas não é assim. A torcida tem que entender que o Coritiba precisa de equipe e jogadores, claramente, mas acima disso o clube precisava de mudanças estruturais e isso está acontecendo. Com isso, o Coxa vai colher os frutos daqui a dois anos, no mínimo, primeiro precisamos fazer a base da casa e depois subir o prédio. 2023 está sendo terrível para o Coritiba, junto com o torcedor eu estou vendo isso, no Paranaense enroscamos, Brasileiro desde o começo, então eu sei que estamos sangrando, mas isso vai mudar tenho certeza, esse furacão vai passar e o sol vai raiar.”





Portal IG