Sapo-cururu de 2,7 kg é encontrado em parque na Austrália e apontado como o maior de sua espécie


‘Toadzilla’, nome que o animal recebeu, foi sacrificado por ser considerado uma ameaça à vida selvagem nativa

Handout / Queensland Department of Environment and Science / AFPsapo gigante austrália
Animal foi sacrificado por ser de uma espécie invasora que prejudica outras espécies

Guardas-florestais da Austrália encontraram um sapo-cururu gigante de 2,7 kg no Parque Nacional Conway, de Queensland, informou o governo do estado. A descoberta foi feita quando eles estavam andando pela região e pararam para deixar uma cobra. Foi nesse momento que avistaram o animal. “Me abaixei e agarrei o sapo-cururu. Quase não acreditei no quão grande e pesado ele era”, disse a guarda-florestal Kylee Gray, contando como encontrou o anfíbio, na semana passada. “Um sapo-cururu desse tamanho come qualquer coisa que caiba em sua boca, e isso inclui insetos, répteis e pequenos mamíferos”, explicou. O anfíbio, uma espécie marrom com comprimento de um braço humano, está sendo apontado como o maior de sua espécie, pois o recorde anterior de maior sapo era de 2,6 kg, encontrado em 1991. Toadzilla, nome que o animal recebeu, faz parte de uma espécie classificada como ameaça à vida selvagem nativa porque são extremamente venenosos, por isso ele sacrificado e a instituição descreveu-o como um “monstro”. A instituição informou que o corpo empalhado do anfíbio poderá ser levado para o Museu de Queensland. Os sapos-cururu foram levados para região em 1935 para ajudar a controlar uma praga de besouro, contudo, teve consequências devastadoras para outras espécies. 

 

sapo gigante austrália (1)

                                              Handout / Queensland Department of Environment and Science / AFP

*Com informações da AFP





Source link