Príncipe Harry fala pela primeira vez sobre a morte de Elizabeth II: ‘minha bússola’


Morte da monarca pode representar uma reconciliação do segundo filho do rei Charles III com a família real

Kirsty O’Connor / POOL / AFP

harry e maghan
Harry e Meghan podem estar próximos de se reconciliar com família real

Pela primeira vez desde que rainha Elizabeth faleceu, o príncipe Harry se pronunciou, nesta segunda-feira, sobre a morte da avó. “Vovó, embora esta despedida final provoque uma grande tristeza, sou eternamente grato por todos os nossos primeiros encontros”, disse em sua homenagem a monarca, ressaltando os momentos vividos desde a infância, até o primeiro encontro como comandante-em-chefe e momento em que conheceu sua esposa, Meghan, e os bisnetos. “Eu aprecio estes momentos compartilhados contigo e os muitos outros momentos especiais entre eles. Já sentimos muita saudade, não apenas por nós, mas o mundo inteiro”, completou o príncipe, que prometeu honrar seu pai que se tornou rei após o falecimento de Elizabeth II. “Honramos meu pai em seu novo papel de rei Charles III”, afirmou Harry, que nos últimos anos teve uma relação tensa com o pai e o irmão mais velho, William. Entretanto, esse cenário pode estar para mudar, porque a morte da rainha pode representar uma reconciliação dos dois com a família real. No sábado, 11, o casal se reuniu com o irmão no Castelo de Windsor. Foi a primeira aparição pública dos quatro juntos desde 2020.

Vestidos de preto, eles observaram as flores deixadas em homenagem à rainha e cumprimentaram o público, sem transparecer o estado da relação entre os casais. Esse avanço sugeriu um avanço na reconciliação. Segundo a imprensa especializada em realeza britânica, William, o herdeiro do trono, procurou o irmão mais novo, que critica a família desde que abandonou os deveres reais. Dois dias antes, a situação era bem diferente: Harry, 37 anos, chegou sozinho em um veículo a Balmoral, na Escócia, pouco depois da morte da rainha. William e outros familiares, exceto Catherine, chegaram antes em um único carro. Richard Fitzwilliams, especialista em realeza, disse na quinta-feira que o fato de os irmãos chegarem separadamente mostra que eles estão “afastados”.  Harry e Meghan são vistos como causa de “muitos danos à família real nos últimos meses” com seus comentários, acrescentou. “Para o futuro, a bola está em campo e depende de como eles querem jogar”, acrescentou.

*Com informações da AFP 





Source link