Primeiro-ministro da Espanha recebe carta-bomba um dia após explosão em embaixada da Ucrânia


Sede do Ministério da Defesa, base militar e fabricante de armas também receberam o material; autoridades estão rastreando o envio da correspondência, mas ainda não apontaram suspensos

EFE/BallesterosPremiê espanhol Pedro Sánchez fala ao parlamento
Gabinete do premiê espanhol recebeu correspondência explosiva nesta quinta-feira, 1º

O gabinete do primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchez, e outras instalações do governo espanhol receberam cinco cartas-bomba nesta quinta-feira, 1º. Os materiais foram detectados um dia após uma carta-bomba ser enviada à Embaixada da Ucrânia na Espanha, localizada em Madri, fazendo com que um funcionário local ficasse ferido ao abrir a carta. Além do gabinete de Sanchez, a sede do Ministério da Defesa e a base aérea de Torrejón de Ardoz, na capital, também receberam o material, assim como uma fabricante de armas espanhola. As cartas foram detectadas antes de serem abertas, o que evitou a explosão e, consequentemente, a existência de feridos. Entretanto, as autoridades espanholas ativara protocolo antiterroristas no país, autorizando policiais e esquadrões a realizarem ações especiais em aeroportos e estradas. De acordo com o governo espanhol, as cartas foram enviadas de dentro do país e já estão sendo rastreadas pela polícia.





Source link