‘Ocidente mentia sobre a paz e se preparou para a agressão’, diz Putin em mensagem de fim de ano


Presidente da Rússia também disse que a Europa e os Estados Unidos usaram a Ucrânia ‘cinicamente’ para tentar enfraquecer os russos

Gavriil Grigorov / Sputnik / AFPputin ucrania guerra
Mandatário também disse que a ‘justiça moral e histórica’ está ao lado da Rússia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que “a justiça moral e histórica” está ao lado dos russos. A declaração foi feita durante a mensagem de Ano Novo do mandatário enquanto o país enfrenta uma série de condenações internacionais pela ofensiva na Ucrânia. Para Putin, 2022 foi um ano de “acontecimentos verdadeiramente decisivos e importantes” que “formam as bases (…) da nossa verdadeira independência”. Ao lado de soldados que voltaram a da guerra contra Ucrânia e que haviam sido recentemente condecorados, Putin disse que os russos lutam para proteger o “povo em nossos próprios territórios históricos, nas novas entidades constituintes da Federação Russa”. Em setembro, o russo reivindicou a anexação de quatro territórios ucranianos que controla parcialmente.

Ainda durante o discurso, Putin criticou a “guerra de sanções” promovida contra a Rússia pelos países ocidentais. “Aqueles que a lançaram esperavam a destruição total de nossa indústria, nossas finanças e nosso transporte. Isso não aconteceu”, disse o mandatário. Putin acusou os Estados Unidos e a Europa de usarem “cinicamente” a Ucrânia para prejudicar a Rússia, enfraquecendo e dividindo sua nação. “O Ocidente mentia sobre a paz e se preparou para a agressão. E hoje não se envergonha de admitir isso, em plena luz do dia”, declarou o russo, que completou: “Juntos superaremos todas as dificuldades e manteremos o nosso país grande e independente. Seguiremos em frente e venceremos, para o bem das nossas famílias e para o bem da Rússia”.

*Com informações da AFP





Source link