Lula e Zelensky negociam reunião bilateral nos EUA


Zelensky e Lula podem se encontrar em Nova York
Montagem iG / Imagens: Presidencia Ucrânia e Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

Zelensky e Lula podem se encontrar em Nova York

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está negociando uma reunião bilateral com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, durante a Assembleia-Geral da ONU.

O líder do governo no Senado, senador Jacques Wagner (PT-BA), informou que o petista ofereceu dois horários para o encontro, que está agendado para ocorrer na segunda-feira (18) ou na terça (19), após a abertura do evento da Organização das Nações Unidas.

Jacques Wagner faz parte da comitiva oficial de Lula em sua viagem a Nova York,
onde estão planejados encontros com o presidente americano Joe Biden, bem como outras reuniões bilaterais em negociação pelo governo brasileiro.

O objetivo principal da reunião com Zelensky é discutir a possibilidade de o Brasil contribuir para a costura de um acordo de paz entre Rússia e Ucrânia. Lula expressou seu interesse em liderar um grupo de países que ajudaria nesse processo.

No entanto, Zelensky tem condicionado qualquer negociação a certas condições estabelecidas pela Ucrânia e espera que o governo brasileiro adote uma posição mais firme em relação ao Kremlin.

O relacionamento anterior entre Lula e Zelensky teve seus desafios, com declarações polêmicas do presidente ucraniano sobre chefe do Executivo brasileiro e o presidente russo, Vladimir Putin. No entanto, em março deste ano, o petista e Volodymyr conversaram por telefone, com um convite do líder ucraniano para que Lula visite a capital da Ucrânia.

O assessor especial para assuntos internacionais do Palácio do Planalto, Celso Amorim, também visitou Kiev e Moscou antes da Cúpula do G7, reforçando os convites para que Lula visite ambos os países e destacando as visões comuns entre Brasil e Rússia sobre a paz mundial.



IG Último Segundo