Governo de SP recua e decidi imprimir e encadernar livro digital


Governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) recua após repercussão negativa
[email protected] (Estadão Conteúdo)

Governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) recua após repercussão negativa

Após críticas o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), recuou da decisão de abandonar o livro físico e afirmou que o governo também vai oferecer material didático impresso para os alunos da rede estadual de ensino.

“Nós vamos encadernar [o material] e entregar impresso, encadernado. Ou seja, se o aluno quiser estudar digitalmente ele vai poder, se ele quiser estudar no conteúdo impresso ele também vai ter essa opção”, disse Tarcísio neste sábado (5), durante a inauguração de uma creche em Biritiba Mirim, na Grande São Paulo. A apuração é da Folha de S. Paulo.

Segundo o governador, São Paulo tem mais de 6 mil aulas preparadas e o material digital garantiria o acesso ao mesmo conteúdo em todas as regiões do estado. A Secretaria de Educação abriu mão de receber livros do governo federal para os anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano) a partir de 2024. 

Contudo, desde abril a Secretaria orienta professores de todas as séries a usarem o conteúdo digital produzido pelo governo. O material deveria ser apresentado aos alunos em televisões, lousas digitais ou por um projetor, porém, como nem todas as salas possuem tais equipamentos, os docentes têm sido instruídos a imprimir os slides e entregar aos estudantes para que possam acompanhar as aulas.



IG Último Segundo