Ex-presidente do Palmeiras, Paulo Nobre faz duras críticas a Leila


Leila x Nobre: queda de braço e farpas trocadas
Arte Jogada10

Leila x Nobre: queda de braço e farpas trocadas

Se já não havia bom clima entre Paulo Nobre e Leila Pereira, a troca de farpas explodiu nesta quinta-feira (12). Após a coletiva da presidente do Palmeiras, que considerou ‘ridículas’ as críticas à fase atual da equipe
, o ex-mandatário divulgou uma carta aberta. Nela, fez uma série de críticas a Leila e, ademais, chegou a dizer que renunciou ao cargo de conselheiro vitalício para “não ter que conviver com ela”.

Na nota, Paulo Nobre afirma que as declarações de Leila foram ‘infelizes’ e que, aliás, as viu com ‘indignação, nojo e raiva’. De acordo com ele, presidente entre 2013 e 2016, Leila humilhou o Alviverde. Ela disse que “a emoção antigamente era brigar para não cair”, algo considerado, portanto, uma indireta à gestão de Nobre.

“Ao ver sua infeliz entrevista coletiva, Senhora Presidente, vossa senhoria me fez chorar. De indignação, de nojo e de raiva, por ver o Palestra ser humilhado em rede nacional por uma dirigente sem noção que não tem ideia do que é ser palmeirense. Ontem (quarta-feira), o Palmeiras sofreu um enorme ataque de quem tem o dever, moral e de ofício, de defendê-lo. Não sei se a senhora alcança isso. Provavelmente, não!”, escreveu, seguindo então com as críticas:

“Tenha o mínimo de decoro e decência, senhora presidente. Respeite a Sociedade Esportiva que lhe tirou do anonimato. Honre e respeite o privilégio de ter em suas mãos o poder de representar este clube centenário, razão de viver de milhões de pessoas. De tanto ser chamada de ‘dona’ Leila Pereira, a senhora deve achar, em seus devaneios, que é agora dona do Palmeiras. Algo que não é e, se Deus quiser, jamais será”.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook
.



Portal IG