Defesa do Corinthians deve passar por reformulação em 2024


Setor defensivo do Corinthians deve passar por reformulação em 2024
Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Setor defensivo do Corinthians deve passar por reformulação em 2024

O Corinthians ainda busca melhorar seu desempenho no Brasileirão e evitar a possibilidade de um rebaixamento na competição. Contudo, é difícil não pensar já na próxima temporada. Afinal, o Timão vê seu sistema defensivo envelhecer e projeta uma grande reformulação no setor em 2024.

Começando pelas laterais, Fagner e Fábio Santos não fazem boa temporada. O físico do primeiro vem sendo ponto de debate, e não está descartada a chance de o camisa 23 ser negociado nesta próxima janela de transferências. Já o camisa 6, aos 38 anos, deve anunciar aposentadoria ao final do ano.

Além disso, os seus reservas imediatos, Rafael Ramos e Matheus Bidu, não demonstraram grande apresentações técnicas e também correm o risco de deixar o clube no ano que vem. Assim, não é absurdo imaginar que o Corinthians trate as laterais como uma questão emergencial no planejamento para 2024.

Já na zaga, uma boa chance de Gil não renovar seu vínculo com o Corinthians. O defensor foi alvo de algumas críticas ao longo de 2023 e, por conta de sua idade avançada, pode não ter seu vínculo renovado. Já seu parceiro, Lucas Veríssimo, está emprestado pelo Benfica ao Timão e tem contrato apenas até junho de 2024. Por fim, Bruno Mendéz, que é o reserva imediato da dupla, também está em fim de contrato e não deve prosseguir no Alvinegro.

Aliás, o único zagueiro com a situação mais estabilizada no Corinthians é Caetano. O defensor tem contrato até o fim de 2024 e é visto como uma boa opção para o banco de reservas, especialmente, pela qualidade com a bola nos pés.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook
.



Portal IG