Ciclone e frente fria levam temporais e ventos fortes ao Sul


Ciclone pode levar a risco de temporais, rajadas de vento e queda de granizo no Rio Grande do Sul
Royalty Free Photo

Ciclone pode levar a risco de temporais, rajadas de vento e queda de granizo no Rio Grande do Sul

Nesta quarta-feira (4), um novo ciclone extratropical e uma nova frente fria são esperados na parte sul do Brasil,
o que deve reforçar instabilidades
na região. O fenômeno, no entanto, não será formado sobre nenhum estado, mas sim em alto mar. Segundo meteorologistas, o ciclone
também não vai atuar diretamente no Sul, mas deve contribuir para nuvens carregadas, temporais e ventania.

Este ciclone, conforme os meteorologistas da Climatempo, será originado de uma baixa pressão e, ao longo do dia, também leva à formação de uma frente fria.

As chuvas
sobre a região estão associadas ao avanço de uma frente fria,
o que pode potencializar os temporais. As chuvas já começaram na madrugada desta quarta, deixando o tempo fechado em encoberto. Agora pela manhã, elas devem ganhar mais força e continuar até o início da tarde, especialmente sobre o norte, nordeste e a Região Serrana do Rio Grande do Sul. 

Embora o fenômeno não aja diretamente sobre o estado, especialistas alertam para risco de descargas elétricas, queda de granizo
e rajadas de vento,

que podem variar entre 60 e 80 km/h. Os acumulados devem ficar por volta de 50 a 70mm/dia, podendo chegar a 120 mm/dia.

Toda a região Sul
aparece com alerta laranja, de “perigo”, no site do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para tempestades. O aviso começou ainda nessa terça (3) e é válido até as 10h desta quarta. 

Região Sul aparece em alerta de
Reprodução / Inmet – 03.10.2023

Região Sul aparece em alerta de “perigo” para tempestades entre essa terça (3) e quarta (4)

No litoral, o alerta é para ressaca, com ondas que podem atingir de 2 metros a 2,5 metros. Alguns picos, conforme a Climatempo, podem chegar até mesmo aos 3 metros de altura.

Confira a previsão por capitais para hoje, conforme o Inmet:

  • Curitiba (PR): mínima de 17°C e máxima de 23°C;
  • Florianópolis (SC): mínima de 18°C e máxima de 22°C;
  • Porto Alegre (RS): mínima de 17°C e máxima de 21°C.

O tempo volta a ficar firme no Rio Grande do Sul
já nesta quinta-feira (5), devido ao avanço de uma massa de ar seco. A expectativa é que a frente fria se afaste mais em direção ao oceano e o tempo volte a ficar firme em grande parte da região.

Na sexta (6), porém, as  instabilidades
voltam a tomar conta da metade norte do estado, com novas chances de temporais, descargas elétricas, queda de granizo e rajadas de vento.

Os acumulados podem chegar a 60 mm/dia no noroeste, norte e nordeste gaúcho.

Até o próximo final de semana, a tendência é de um fluxo maior de umidade sobre o Sul. Conforme a previsão, a semana deve terminar com novos temporais na região, principalmente no interior sulista.



IG Último Segundo