Argentina dispara e Messi se isola como o maior artilheiro das Eliminatórias


Argentina dispara e Messi se isola como o maior artilheiro das Eliminatórias
Reprodução: Placar

Argentina dispara e Messi se isola como o maior artilheiro das Eliminatórias

Messi alcança 31 gols em Eliminatórias e faz história com novo recorde - Paolo Aguilar/EFE

A Argentina disparou de vez na liderança das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2026. No final da noite desta terça-feira, 17, os hermanos fizeram 2 a 0 na seleção do Peru, em Lima, com doblete da estrela Lionel Messi. O atacante, com os dois gols marcados, se isolou na artilharia histórica da competição, passando o amigo uruguaio Luis Suárez e alcançando 31 tentos.

Não satisfeito em vencer e marcar duas vezes, Lionel Messi foi o autor de dois golaços da seleção argentina. A rede balançou primeiro aos 30 minutos da primeira etapa, em linda trama coletiva e cruzamento de Nico González. O meia cruzou e Messi finalizou de primeira. Mais 10 minutos de jogo e outro tento do ídolo, após corta-luz de Julián Álvarez.

O capitão argentino ainda quase garantiu o hat-trick, mas viu a arbitragem assinalar impedimento na primeira oportunidade e o goleiro peruano Gallese trabalhar na sequência.

Com isso, Lionel Messi alcança 31 gols marcados em jogos das Eliminatórias Sul-Americanas – três na atual edição – e se isolou como o maior artilheiro da competição, passando o amigo Luis Suárez, que soma 29 tentos.

Já na liderança isolada das Eliminatórias, a Argentina do técnico Lionel Scaloni segue 100% e agora com 12 pontos conquistados. Atrás, na perseguição, Uruguai, Brasil e Venezuela somam sete pontos cada.



Portal IG