WhatsApp aumenta, e muito, o limite do tamanho de arquivos em transferências

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Na mesma semana em que lançou as reações com emojis e começou a liberar as comunidades em partes do mundo (não no Brasil), o WhatsApp também aumentou, e muito, o limite do tamanho de arquivos para transferência. Agora, o mensageiro aceita arquivos de até 2 GB, mantendo a criptografia de ponta a ponta.

O aumento é considerável levando em conta que, anteriormente, esse limite era de apenas 100 MB. A novidade, porém, está sendo lançada aos poucos ao redor do mundo e pode levar alguns dias para chegar a todos os usuários. Um contador mostrando o tempo restante da transferência também foi adicionado.

publicidade

“Acreditamos que esse novo limite será muito útil para a colaboração em pequenas empresas e grupos escolares. Recomendamos o uso de Wi-Fi para o envio de arquivos grandes. Além disso, um contador aparecerá quando você enviar ou baixar arquivos, para que você saiba quanto tempo falta para que a transferência seja concluída”, disse a empresa no anúncio.

Leia também

Outras novidades para o WhatsApp

Além do aumento no limite do tamanho de transferências de arquivos, agora, os grupos dentro da plataforma podem ter até 512 participantes, o dobro dos atuais 256, porém, essa novidade não chegou ao Brasil.

O motivo para a indisponibilidade dos grupos com 512 participantes no Brasil já é uma velha conhecida dos clientes brasileiros do WhatsApp, a estratégia de negócios de longo prazo da empresa para o Brasil. Este, inclusive, é o mesmo motivo para o atraso do lançamento das Comunidades por aqui.

As Comunidades e os grupos com 512 participantes devem ser lançados em uma mesma atualização, que, no Brasil, só será lançada depois das eleições presidenciais. O primeiro turno das eleições vai acontecer no dia 2 de outubro, enquanto um eventual segundo turno ficou marcado para 30 de outubro de 2022.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!





Source link