Veja conjunção entre Lua e Vênus nestas imagens do observatório da Unesp


conjunção lua vênus

Imagem: Observatório de Astronomia da Unesp

Como o Giz Brasil informou, na noite da última terça-feira (23), Lua e Vênus formaram uma conjunção, registrada pelo Observatório Didático de Astronomia da Unesp. Naquela noite, a Lua estava “próxima” de Vênus, vista da Terra. As informações são do Jornal da Cidade de Bauru.

Em março, Vênus esteve em uma conjunção com Júpiter. Na Astronomia, dá-se o nome de conjunção à aparente proximidade entre os astros. Apesar da sensação de estar perto, na terça-feira, a Lua estava a uma distância de 399.450 km da Terra, enquanto Vênus estava a 120.092.000 km.

conjunção lua vênus
Conjunção entre Lua Vênus. Imagem: Observatório de Astronomia da Unesp

Por que a Lua parece maior?

Segundo o coordenador do Observatório Didático de Astronomia da Unesp, Rodolfo Langhi, “embora a Lua seja fisicamente bem menor do que Vênus, ela está mais próxima da Terra. Então, Vênus aparece para nós como um ponto brilhante no céu. Se Vênus estivesse mais perto da Terra, este planeta apareceria para nós como uma enorme bola brilhante no céu, assim como a Lua.”

Guilherme Bellini, educador do Observatório, completa: “Por isso, uma foto de Vênus feita por um telescópio revela o planeta em detalhes e como ele exibe uma parte iluminada pelo sol e outra parte não iluminada, assim como nossa Lua exibe suas fases.”

O registro da conjunção mostra duas estrelas, Póllux e Cástor, do lado direito da Lua. Póllux está a cerca de 34 anos-luz da Terra, enquanto Cástor está a aproximadamente 52 anos-luz. Portanto, a luz emitida por elas leva 34 anos e 52 anos, respectivamente, para se tornar visível para nós.

A luz da Lua, entretanto, leva mais ou menos 1 segundo para viajar pelo espaço e percorrer sua distância até a Terra. Já a partir de Vênus, levou cerca de 6 minutos, considerando a posição do planeta no espaço. Você pode conferir mais imagens da conjunção de Lua e Vênus neste link.

Fonte: Gizmodo