Tesla é processada por compartilhar imagens de clientes


A Tesla, montadora de carros elétricos de Elon Musk, está sendo processada por violar a privacidade de seus clientes. O processo veio após denúncias de que funcionários compartilharam internamente imagens gravadas por câmeras presentes no interior dos veículos.

De acordo com documentos obtidos pela agência de notícias Reuters, o compartilhamento das imagens não teve fins profissionais, mas serviu apenas para “diversão” e brincadeiras “de mau gosto” de alguns funcionários da companhia. Além disso, há possibilidade de as imagens terem sido repassadas para pessoas de fora da organização.

As tais gravações incluem imagens de acidentes, agressões no trânsito e também condutores em momentos íntimos. Em alguns casos as imagens possuem elementos suficientes para identificar as pessoas que aparecem nas filmagens. O caso é considerado uma violação grave da legislação que estabelece os direitos do consumidor nos EUA.

Os veículos da Tesla possuem uma série de câmeras e sensores para auxiliar o condutor na direção. O sistema de direção autônoma, por exemplo, usa os sensores para garantir que o condutor está com as mãos no volante, mesmo quando ele está ativado, para garantir que o motorista possa reagir rapidamente caso seja necessário.

Esse é mais um caso que Tesla se complica com a justiça. Recentemente, Elon Musk foi acusado de ameaçar trabalhadores da empresa com perda de direitos em caso de sindicalização. A empresa, inclusive foi obrigada pela justiça a recontratar um funcionário demitido por tentar organizar trabalhadores de uma das fábricas da companhia.

Assine a newsletter do Gizmodo

Fonte: Gizmodo