Terminou a Copa do Mundo no Catar: onde será a próxima?


Terminou a Copa do Mundo no Catar: onde será a próxima?

Imagem: Greg Rosenke/Unsplash/Reprodução

A Copa do Mundo no Catar chegou ao fim. Foram 28 dias de futebol de alto nível — além de polêmicas, protestos e comemorações, é claro. No próximo ano, já devem começar os preparativos para o próximo campeonato, que acontece em 2026. 

Daqui a quatro anos, torcedores precisarão viajar por três países diferentes caso queiram acompanhar todo o evento. Isso porque a Copa do Mundo 2026 será disputada ao mesmo tempo nos Estados Unidos, Canadá e México, sendo a primeira com esse número de países-sede.

Não é a toa. O próximo torneio deve receber 48 seleções ao invés de 32, o que significa que será necessária uma estrutura maior para receber equipes e torcedores. Para você ter ideia, devem ser mobilizadas duas cidades no Canadá, três no México e 11 nos Estados Unidos.

Prepare o roteiro: no Canadá, você poderá assistir aos jogos em estádios em Vancouver ou Toronto. No México, o ideal é visitar Guadalajara, Monterrey ou a Cidade do México. Já nos EUA, a movimentação se concentrará em Seattle, São Francisco, Los Angeles, Kansas City, Dallas, Atlanta, Houston, Boston, Filadélfia, Miami e Nova York.

Essa será também a primeira Copa a receber 48 seleções. Consequentemente, deve haver uma mudança de formato, que será decidida pelo Conselho da Fifa em 2023. 

Inicialmente, foi anunciado que o torneio seria dividido em 16 grupos com três seleções. Então, as duas melhores de cada chave avançariam para um mata-mata, somando 32 classificados. 

Mas como destacou o Globo Esporte, há um problema neste formato. Os times seriam automaticamente classificados com apenas dois empates, o que permitiria aos jogadores manter a defensiva e atacar menos. A emoção iria pelo ralo.

Arsène Wenger, líder do Departamento de Desenvolvimento de Futebol da entidade, sugeriu durante coletiva ainda outros dois formatos: 12 grupos de quatro ou dois de 24 times, embora não tenha explicado como esses funcionariam. De toda forma, mais informações devem ser divulgadas no ano que vem.

Fonte: Gizmodo