O que vem depois de “Star Trek: Picard”? Produtores dão spoilers


O que vem depois de "Star Trek: Picard"? Produtores dão spoilers

Imagem: Paramount+/Divulgação

O Paramount+ exibiu na última semana o episódio final de “Star Trek: Picard”. A série encerrou em grande estilo a história de “A Nova Geração”, lançada em 1987, mas abriu o espaço para novas produções.

Desde o seu lançamento, já era esperado que “Picard” teria somente três temporadas. Contudo, os produtores tiveram o cuidado de roteirizar episódios que preparassem o terreno para uma vindoura série (ou filme) que contasse as aventuras espaciais de mais uma “nova geração”.

Por enquanto, ainda não há nada oficial. Porém, o atual produtor executivo da franquia “Star Trek”, Alex Kurtzman, afirmou estar ciente da recepção positiva da última temporada de “Picard” e como ela pode se desdobrar em novas histórias.

“Tudo é possível. Nós ouvimos os fãs alto e claro. Obviamente, há mais história para contar. Então, veremos”, disse Kurtzman, à Fox LA.

A mesma resposta evasiva foi ecoada por Terry Matalas, showrunner da terceira temporada de Picard. “Alex [Kurtzman] e eu conversamos o tempo todo. Se tem algo a ser feito, queremos ter certeza que não vamos fazer às pressas. Queremos ter certeza de que faremos a coisa certa. É nesse estágio que estamos, digo timidamente. No momento, não há nada sendo desenvolvido. Mas nós conversamos o tempo todo”, afirmou Matalas.

“Star Trek: Legacy” vem aí? [Alerta de Spoilers]

A possível continuação de “Picard” tem sido chamada carinhosamente pelos fãs da franquia como “Star Trek: Legacy”. Apesar da aposentadoria do elenco de “A Nova Geração”, a história poderia continuar com novos e velhos personagens de “Star Trek”.

No último episódio de “Picard”, por exemplo, Sete de Nove (interpretada por Jeri Ryan) foi promovida para o cargo de capitã da Enterprise-G. Ela terá como companhia na ponte a comandante Raffi Musiker (Michelle Hurd), as irmãs Sidney e Alandra La Forge (Ashlei Sharpe Chestnut e Mica Burton), além do novo alferes Jack Crusher (Ed Spellers) – filho do ex-capitão Jean-Luc Picard (Patrick Stewart).

Inclusive, na cena pós-crédito do último episódio, o inesperado Q (John de Lancie) reaparece, dizendo a Jack Crusher que o julgamento da humanidade estaria apenas começando (de novo).

“Eu amaria ver uma tripulação como essa da Enterprise lá fora como a próxima geração, misturando com muitos desses personagens de legado novamente. Acredito que eles nunca estiveram melhores e mais interessantes”, ventilou Matalas ao Collider.

A história poderia prosseguir na forma de uma série ou filme, com uma trama que se passa logo após os acontecimentos vistos no final de “Picard”, durante os primeiros anos do século 25. A produção poderia contar ainda com a participação especial de personagens de outras séries, como “Voyager” e “Deep Space Nine”. O próprio ator Patrick Stewart disse que poderia fazer uma ponta com o seu personagem Picard em um novo spinoff.

Na última semana, uma petição online foi criada para que “Star Trek: Legacy” saísse do papel. Até o momento, ela já foi assinada por mais de 32,8 mil pessoas. Vale lembrar que “Strange New Worlds” foi lançada após os fãs criarem uma petição similar, para que o streaming produzisse uma série que mostrasse mais sobre o Capitão Pike no comando da USS Enterprise.

Enquanto isso não ocorre, o Paramount+ deu sinal verde para apenas duas novas produções: a série “Star Trek: Starfleet Academy” e o telefilme “Star Trek: Seção 31”.

O streaming também está produzindo novos episódios para as suas séries “Strange New Worlds”, “Lower Decks” e “Prodigy”, além de exibir a temporada final de “Discovery”, no ano que vem.

Fonte: Gizmodo