McPicanha do McDonald’s tem venda suspensa; entenda o motivo

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


O Procon do Distrito Federal (Procon-DF) determinou – em medida cautelar – a suspensão da venda do McPicanha e também a retirada da propaganda do lanche em todas as lojas do McDonald’s na região. Isso porque, de acordo com Marcelo Nascimento, diretor do Procon-DF, é propaganda enganosa.

“Recebemos denuncia de consumidores que se sentiram enganados e decidimos agir, determinando a suspensão imediata da venda dessa linha de sanduíches. Afinal o próprio nome induz ao erro, como pode ser McPicanha e o corte não fazer parte da composição de carnes do hambúrguer, ser apenas um molho com aroma de picanha?”, comentou Nascimento.

publicidade

O McDonald’s admitiu que não há picanha na composição do hambúrguer na sua linha de sanduíches chamada “Novos McPicanha”. De acordo com a rede, “molho com aroma natural de picanha”. Porém, a ausência da carne gerou indignação dos consumidores.

Além disso, a empresa disse que divulgaria novas peças publicitárias com a informação em destaque de que não há picanha e sim, o aroma na composição do sanduíche.

Leia mais:

Veja a nota

“A rede esclarece que a plataforma recém-lançada denominada “Novos McPicanha” tem esse nome justamente para proporcionar uma nova experiência ao consumidor, ao oferecer sanduíches inéditos desenvolvidos com um sabor mais acentuado de churrasco. Para isso, os lançamentos trazem a novidade do exclusivo molho sabor picanha (com aroma natural de picanha), uma nova apresentação e um hambúrguer diferente em composição e em tamanho (100% carne bovina, produzida com um blend de cortes selecionados e no maior tamanho oferecido pela rede atualmente). A empresa já está trabalhando para esclarecer os questionamentos levantados pelo Procon, dentro do prazo concedido. A marca lamenta que a comunicação criada sobre os novos produtos possa ter gerado dúvidas e informa que está avaliando os próximos passos.”

Ministério da Justiça dá 10 dias para McDonald’s se explicar

Na quinta-feira (28), o Ministério da Justiça notificou o McDonald’s a esclarecer, num prazo de dez dias, se o sanduíche McPicanha é produzido mesmo com picanha, conforme a empresa divulgou em campanhas publicitárias.A solicitação do ministério é por meio da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon).

“Após inúmeras denúncias nas redes sociais e ampla divulgação na imprensa, o McDonald’s deverá esclarecer se o sanduíche “McPicanha” é produzido com esse tipo de corte bovino. Consumidores reclamaram que o produto não tem o sabor conforme anunciado em comerciais da rede de fast food. A empresa agora tem o prazo de 10 dias para enviar esclarecimentos ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) sobre possível prática de propaganda enganosa”, explicou a nota.

Imagem: Atikan Pornchaiprasit

O McDonald’s precisa prestar esclarecimentos sobre o produto, qual a porcentagem da composição e se ocorreu alteração no percentual do corte depois da divulgação da linha de hambúrgueres. Se o produto for apenas “saborizado”, a empresa deve informar os ingredientes envolvidos na composição do hambúrguer e se de alguma forma o consumidor foi informado da falta de picanha.

Caso os questionamentos não forem respondidos no prazo solicitado, a Senacon pode abrir um processo administrativo contra o McDonald’s. E se for comprovada a falta de transparência com o consumidor, ainda há possibilidade de apreensão, suspensão e proibição do produto, multa ou a cassação da licença do estabelecimento.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!





Source link