Mais energia do que o Sol? Cientistas vão revelar ‘grande avanço científico’ nesta terça – 12/12/2022


O Departamento de Energia dos Estados Unidos afirmou no domingo que anunciará durante a semana um “grande avanço científico”, depois que vários meios de comunicação informaram que um laboratório federal alcançou recentemente um marco importante na pesquisa da fusão nuclear.

O jornal Financial Times informou no domingo que cientistas do Laboratório Nacional Lawrence Livermore (LLNL), na Califórnia, conseguiram um “ganho líquido de energia” de um reator de fusão experimental.

Esta seria a primeira vez que os cientistas produziram com sucesso mais energia em uma reação de fusão – o mesmo tipo que energia alimenta o Sol – do que foi consumido durante o processo, um passo potencialmente importante na busca de energia sem carbono.

O Departamento de Energia e fontes do LLNL afirmaram à AFP que não poderiam comentar ou confirmar a informação do Financial Times, mas anteciparam que Jennifer Granholm, secretária de Energia dos Estados Unidos, anunciará um “grande avanço científico” na terça-feira.

Uma porta-voz do LLNL acrescentou que “as análises ainda estão em curso”.

“Esperamos compartilhar mais na terça-feira, quando o processo estiver concluído”, disse.

A fusão nuclear é considerada por alguns cientistas como a potencial energia do futuro, especialmente porque produz poucos resíduos e não emite gases de efeito estufa.

“Se este avanço na energia de fusão for verdade, isto pode mudar o jogo para o mundo”, tuitou Ted Lieu, congressista do estado da Califórnia.



UOL Tecnologia