James Webb detecta asteroide entre Marte e Júpiter


James Webb detectou acidentalmente asteroide escondido entre Marte e Júpiter

Imagem: Müller et al., A&A, 2023/Reprodução

O Telescópio Espacial James Webb (JWST) segue fazendo descobertas mesmo quando esse não é o seu objetivo. Durante uma manobra de calibração do MIRI (Mid-Infrared Instrument), o maquinário capturou um asteroide até então desconhecido que estava escondido entre Marte e Júpiter

A rocha espacial chamou atenção por seu tamanho reduzido, entre 100 e 200 metros de diâmetro, sendo provavelmente o menor objeto já detectado pelo James Webb. Ela estava no cinturão de asteroides que flutua entre Marte e Júpiter, sugerindo aos cientistas que o telescópio poderá ser usado no futuro para classificar objetos reduzidos como esse.

O James Webb pretendia, na verdade, fotografar um asteroide maior chamado (10920) 1998 BC1. Esse possui 15,7 quilômetros de diâmetro e foi descoberto em 1998. Os planos não saíram como o esperado porque as imagens do alvo ficaram muito brilhantes e estouradas.

Felizmente, foi detectado o objeto menor, que permitiu que a manobra não fosse feita em vão. O asteroide, no entanto, ainda não foi nomeado. Destalhes sobre sua observação foram publicados no Astronomy & Astrophysics.

Os cientistas ainda não confirmaram a descoberta. Caso isso aconteça, o asteroide ganhará o título de um dos menores objetos já descobertos no Cinturão Principal. 

Encontrar um asteroide em um cinturão de asteroides pode parecer óbvio, mas os pedregulhos pequenos são difíceis de detectar. Por outro lado, é necessário encontrá-los, já que podem ajudar nos estudos sobre a distribuição de objetos desse tamanho nesse ambiente.

Fonte: Gizmodo