Inteligências Artificiais não são todas iguais: as 5 mais relevantes


Veja como excluir o histórico de pesquisa no ChatGPT

Imagem: Unsplash/Reprodução

A Inteligência Artificial (IA) está revolucionando indústrias e redefinindo nosso futuro. Com o ritmo da inovação tecnológica acelerando, entender os diferentes tipos de Inteligências Artificiais e quais são os mais relevantes é muito importante.

Por isso, este post apresenta as cinco Inteligências Artificiais mais relevantes atualmente.

Inteligência Artificial Limitada

Talvez essa seja uma das Inteligências Artificiais mais relevantes devido ao seu uso. A IA Limitada, também conhecida como IA Fraca, se destaca na execução de tarefas específicas.

Ela pode não ter o entendimento abrangente que geralmente associamos à IA, mas sua influência em nossas vidas é inegável.

Exemplos principais incluem os algoritmos de busca do Google e o sistema de recomendação da Amazon. Eles usam IA Limitada para fornecer resultados de busca eficientes e sugestões personalizadas.

Inteligência Artificial Geral

A IA Geral, ou IA Forte, simboliza o futuro da IA com sua promessa de entender, aprender e aplicar conhecimento assim como os humanos fazem em domínios variados.

Embora uma IA Geral totalmente funcional ainda não seja uma realidade, alguns exemplos do seu potencial são evidentes em modelos de IA como o GPT-4 da OpenAI, famoso por gerar texto semelhante ao humano contextualmente relevante. Possivelmente, essa será uma das inteligências artificiais mais relevantes da história.

Máquinas Reativas

A IA de Máquinas Reativas é um tipo de IA que não pode formar memórias ou utilizar informações passadas para influenciar decisões futuras. No entanto, ocupa um lugar importante no espectro da IA.

O Deep Blue da IBM, uma IA que joga xadrez e que derrotou o campeão mundial Garry Kasparov, é um exemplo notável. Apesar de sua incapacidade de “lembrar” ou “aprender” com partidas passadas, ele poderia analisar possíveis movimentos e selecionar estrategicamente os mais promissores.

Exemplos de máquinas reativas são os sensores, os semáforos e os aspiradores de pó inteligentes.

Memória Limitada

Assim como a IA limitada, atualmente, esta é uma das inteligências artificiais mais relevantes. Isso porque a IA de Memória Limitada refere-se a um tipo de inteligência artificial que consegue “aprender” com dados históricos para tomar decisões. Ao contrário da IA de Máquinas Reativas, que só pode tomar decisões com base na situação atual, a IA de Memória Limitada pode usar experiências passadas para informar ações presentes.

Um exemplo de IA de Memória Limitada são os carros autônomos. Esses veículos absorvem e analisam grandes quantidades de dados de sensores, como tráfego, velocidade, sinais e pedestres ou veículos próximos, e usam essas informações para tomar decisões informadas.

Superinteligência Artificial

A IA Superinteligente transcende as capacidades atuais da IA e entra no reino da especulação futura. Refere-se a uma forma de IA que poderia superar a inteligência humana em todos os aspectos concebíveis.

Este conceito, embora distante da realização, incentiva um discurso fascinante sobre as implicações potenciais e considerações éticas vinculadas a tais avanços.

Esses cinco tipos relevantes de Inteligências Artificiais- desde a eficiência prática da IA Limitada até as possibilidades especulativas da IA Superinteligente – mostram as direções intrigantes que a inteligência artificial poderia nos levar. À medida que avançamos tecnologicamente, a importância de compreender esses tipos e suas implicações não pode ser subestimada.

Assine a newsletter do Gizmodo

Fonte: Gizmodo