Fire Stick com controle remoto por R$ 255 à vista na Amazon


O Fire TV Stick é capaz de transformar qualquer televisor em uma Smart TV, com resolução Full HD. Para que isso seja possível, o único requisito é que o aparelho tenha uma conexão HDMI. O dispositivo ainda conta com sistema de som Dolby Atmos, entregando alta qualidade sonora, que pode ser potencializada com equipamentos compatíveis. 

Incrível, não? E o melhor, ele está com preço especial na Amazon. De R$ 379 por R$ 255,55 à vista ou R$ 269 à prazo. 

Fire Stick TV

Streaming em Full HD com Alexa e com Controle Remoto por Voz com Alexa

R$ 269

O dispositivo vem acompanhado por um controle remoto que possibilita o acesso a uma variedade de conteúdos de mídia, como Netflix, Prime Video, Disney+ e Apple TV+, e poder controlar toda a TV.

Além de poder controlar a TV com o controle remoto convencional, com tecnologia infravermelho, é possível controlá-la por voz, graças à assistente virtual Alexa, da Amazon, que é integrada ao Fire TV Stick TV, proporcionando maior comodidade para os usuários. Além disso, há a possibilidade de controlá-lo via celular, através do aplicativo gratuito Fire TV, disponível para Android e iOS.

O Fire TV tem conexões HDMI, Wi-Fi e bluetooth, para o usuário conectar fones de ouvido, controles de videogame ou outros dispositivos que também tenham este tipo de conexão.

Para proporcionar uma boa experiência aos clientes, o Fire TV tem processador de quatro núcleos de 1.7 GHz e GPU IMG GE8300, para garantir uma melhor qualidade de processamento gráfico.

Confira outras ofertas:

Apple Watch com desconto na Amazon

Caixa de  som Anker com 25% off no AliExpress

One Plus 10 Pro com 42% de desconto

Compre clicando aqui. Mas atenção: por se tratar de uma ação promocional, o Fire Stick TV pode ter seu preço alterado a qualquer momento, a depender da quantidade de itens em estoque ou unidades reservadas para essa oferta.

O Gizmodo Brasil pode ganhar comissão sobre as vendas. Os preços são obtidos automaticamente por meio de uma API e podem estar defasados em relação à Amazon.

Fonte: Gizmodo