Entenda o papel do ‘Novo RH’ na busca da alta performance

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

O mundo corporativo está em constante evolução. Em busca da alta performance e do desenvolvimento de seus colaboradores, as empresas foram ‘obrigadas’ a reformularem seus processos de gestão de pessoas, deixando para trás o papel do ‘velho RH’ e assumindo um novo formato de Recursos Humanos. Quer saber qual é a nova tendência? Então embarque conosco neste post!

Novos desafios

A mudança de comportamento das empresas e também dos profissionais registrada nos últimos anos gerou novos desafios no mercado de trabalho. Essa dinâmica natural atingiu quase todos os setores no país. No passado, o RH desempenhava um papel de cuidar dos funcionários como um assistente social e, em muitos casos, como psicólogo.

publicidade

“O RH não estava preocupado com o desempenho e o desenvolvimento do profissional. Era um departamento para recrutar, com burocracia e foco no assistencialismo. Esse cenário mudou bruscamente nos últimos anos dando espaço para o novo RH”, disse a mentora de carreira e liderança da POP RH, Carol Ribeiro Guerra.

Leia mais:

Desenvolvimento de performance é a ‘bola da vez’

Especializada em gestão de pessoas e administração pelo INPG Business School, Carol também se aprimorou como analista comportamental DISC pela Atools e coach pela Sociedade Latino Americana de Coaching.

“Hoje, a gestão do RH é baseada para o desenvolvimento de performance, que está relacionada com a produtividade e a evolução do profissional, causando impacto nas empresas. Esse é o novo Recursos Humanos, que incentiva e contribui para a promoção de um ambiente corporativo, onde o colaborador consegue desenvolver suas habilidades e técnicas”, afirmou.

Carol Ribeiro Guerra diz que o novo RH incentiva e contribui para a promoção de um ambiente corporativo, onde o colaborador consegue desenvolver suas habilidades e técnicas. Imagem: Arquivo Pessoal

Segundo a mentora, as empresas aproveitaram esse movimento como estratégia para desenvolver talentos, atrair e reter profissionais, considerando um dos grandes desafios das organizações.

“As pequenas e médias empresas, que já entenderam esse cenário, mas não tem um departamento de RH estruturado podem recorrer à terceirização dos processos de Recursos Humanos e demandas pontuais como: implantação de pesquisa de clima, avaliação de desempenho e programas para o desenvolvimento de liderança, entre outras frentes”, finalizou.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!



Source link