Elon Musk se encontra com o presidente Jair Bolsonaro no interior de SP | Sorocaba e Jundiaí

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

A visita do homem mais rico do mundo ao Brasil faz parte do lançamento de um projeto envolvendo a Starlink, rede de satélites da empresa Space X, da qual ele é dono, que promete internet de alta velocidade e acesso em locais remotos. Em uma postagem no Twitter, Musk disse que o projeto vai conectar 19 mil escolas nas zonas rurais e monitorar a Amazônia, porém, não explicou como fará isso.

Elon Musk se encontra com o presidente Jair Bolsonaro

Elon Musk se encontra com o presidente Jair Bolsonaro

“Starlink tem uma política bem rigorosa de proteção dos dados, temos um nível de encriptação no nível do terminal e no nível do satélite. Mesmo que quiséssemos, não tem como saber quais dados você está mandando. Se é impossível para nós, também é impossível para os outros. Sobre proteger a Amazônia, temos que usar os dados, porque a Amazônia é gigantesca. Se você tentar fazer um monte de fotos e vídeos para entender o que está acontecendo, a quantidade de dados a serem transmitidos será enorme. Então, precisamos dessa conectividade para monitorar a Amazônia efetivamente”, diz (veja mais frases do bilionário abaixo).

Elon Musk foi condecorado durante o evento com uma medalha de honra. O Ministro-Chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, postou uma foto com o empresário usando a medalha.

Elon Musk foi condecorado durante o evento em Porto Feliz (SP) com uma medalha de honra ao mérito. O Ministro-Chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, postou uma foto com o empresário usando a medalha — Foto: Ciro Nogueira/Twitter/Reprodução

Durante o encontro, Bolsonaro, que é investigado no inquérito das fake news, disse que o anúncio de Musk sobre a compra do Twitter é um “sopro de esperança”.

“O exemplo que nos deu, poucos dias, quando se anunciou a compra do Twitter, para nós aqui é como um sopro de esperança. O mundo todo passa por pessoas que têm vontade de roubar essa liberdade de nós, a liberdade é a semente para o futuro”, afirmou Bolsonaro, em discurso ao lado de Musk, após chamá-lo de “mito da liberdade”.

Elon Musk acena em chegada ao Brasil — Foto: Reprodução/Redes Sociais

O nome de Bolsonaro foi incluído entre os alvos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes ao levar em conta ataques, sem provas, feitos pelo presidente às urnas eletrônicas e ao sistema eleitoral.

O encontro entre Musk e Bolsonaro ocorreu no em um resort de luxo em Porto Feliz, o Fasano Boa Vista. O bilionário sul-africano chegou ao Brasil em seu avião particular, modelo GVI (G650ER), da empresa Gulfstream Aerospace Corp, por volta das 9h. Ele pousou em um aeroporto privado de São Roque, a cerca de 50 km do hotel.

Bolsonaro e Musk se encontrarão em hotel em Porto Feliz — Foto: Reprodução

Já o presidente saiu de Brasília, onde teve agenda pela manhã. O avião presidencial pousou no mesmo aeroporto cerca de 40 minutos depois, e seguiu para Porto Feliz em um comboio pela Rodovia Castello Branco. Na chegada do hotel, ele parou para cumprimentar os policiais militares que fazem a escolta do evento.

Avião de Elon Musk pousa no interior de SP — Foto: Rodrigo Santos Lima/TV TEM

Entre os convidados estavam os ministros Fábio Faria, Ciro Nogueira, Luiz Eduardo Ramos e o ministro do STF Dias Toffoli. Também participaram empresários e alunos do ITA.

Bolsonaro chega a Porto Feliz — Foto: Gabriela Almeida/g1

O vice-presidente Hamilton Mourão não foi chamado para o encontro. “Caso ele [Bolsonaro] julgasse necessária a minha presença, ele teria me chamado”, disse Mourão nesta manhã em Brasília.

Bolsonaro, Musk, empresários e ministros almoçaram no resort após o evento.

Elon Musk, o homem mais rico do mundo, com um patrimônio avaliado em US$ 273 bilhões (R$ 1,3 trilhão), segundo ranking da Bloomberg, é dono da Space X, que recebeu aval da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para explorar a internet na Amazônia.

Esteves, Musk e Bolsonaro almoçam em hotel no interior de São Paulo — Foto: Reprodução

Em janeiro, a Anatel concedeu o direito de exploração no Brasil de satélite estrangeiro não-geoestacionário de baixa órbita para a Starlink, sistema de satélites da empresa. Com isso, a empresa de transporte espacial de Musk vai poder oferecer seu serviço de satélite em todo o território brasileiro, com direito de exploração até 2027.

A autorização da Anatel foi concedida após reunião do ministro Fábio Faria com Musk nos Estados Unidos, em novembro do ano passado.

Em fevereiro deste ano, o governo do Amazonas também informou manter contato com a SpaceX para a instalação de tecnologia da empresa do bilionário no estado. Musk já havia manifestado interesse em iniciar operações da Starlink na região.

Em abril, ele anunciou acordo de compra do Twitter por cerca de US$ 44 bilhões, aproximadamente R$ 215 bilhões (veja abaixo). Musk também é dono da Tesla, fabricante de carros elétricos.

Durante o encontro em Porto Feliz, ele disse que espera que a empresa tenha carros autônomos no ano que vem. A previsão, no entanto, não é uma novidade.

Elon Musk chega ao Brasil para encontro com Bolsonaro

Elon Musk chega ao Brasil para encontro com Bolsonaro

O presidente-executivo da montadora de carros elétricos já usou esse “prazo” para o desenvolvimento da tecnologia em anos anteriores. Atualmente, os carros da marca contam com um piloto automático capaz de manter o veículo em uma faixa, acelerar e frear de forma automática, mas o recurso precisa da supervisão do motorista.

A denúncia foi publicada pelo site “Business Insider” nesta quinta-feira (19), em que informava que uma comissária de bordo da empresa de transporte espacial e aéreo SpaceX acusa o empresário, que teria oferecido US$ 250 mil pelo silêncio dela. Pelo Twitter, Musk disse que as alegações são “totalmente falsas”.

Jair Bolsonaro se encontra com Elon Musk em Porto Feliz (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

Durante o evento em Porto Feliz, Elon Musk conversou com os convidados e respondeu algumas perguntas. Confira abaixo alguns assuntos comentados pelo empresário:

“Para ficar motivado em qualquer coisa é preciso explicar o porquê das coisas. Se as pessoas não sabem por quê algo está sendo feito, é difícil mante-las motivadas. Isso também é verdade no ensinamento. Porque nosso cérebro evoluiu para ignorar coisas que não são importantes. Coisas das quais você não precisa se lembrar são deletadas automaticamente do seu cérebro se não tiverem um motivo. Se você explicar o motivo, isso aumenta a motivação automaticamente.”

Elon Musk em Porto Feliz — Foto: Reprodução

“Temos dados de carros da Tesla que um carro normal pode andar grandes distâncias e situações complexas sem nenhuma interação humana. Você pode andar por Los Angeles e, na maioria das vezes, não precisa de nenhuma intervenção. Eu sou confiante de que a Tesla provavelmente não precisará ter ninguém dentro do carro daqui a um ano. Já para caminhões e outros veículos grandes existe uma diferença bem grande.”

“A automação pode dar a ideia de que tira empregos das pessoas. Mas na verdade, a automação cria muitos outros novos empregos. Quando foram criadas pás automáticas para escavação, as pessoas ficaram preocupadas com os trabalhadores que escavavam com pás e picaretas, mas elas terminaram operando as máquinas. O mesmo será com os caminhões autônomos. Em vez de um motorista dirigir um caminhão, ele estará comandando, digamos, 10 ou 20 caminhões. Será o cuidador, como um pastor com suas ovelhas, ele vai tomar conta dos veículos.”

Elon Musk em foto de 13 de agosto de 2021 — Foto: Patrick Pleul/Reuters

Elon Musk é o homem mais rico do mundo. Em 2021, ele foi eleito a “Personalidade do Ano” pela revista “Time”. Excêntrico, Musk é responsável por empreitadas como a empresa de exploração espacial SpaceX e a fabricante de carros elétricos Tesla.

Em maio passado, durante uma aparição no programa americano “Saturday Night Live”, Musk revelou que tem Síndrome de Asperger, um tipo de autismo leve.

Quem é Elon Musk, bilionário eleito

Quem é Elon Musk, bilionário eleito ‘Personalidade do Ano’ pela revista ‘Time’

“Para qualquer um que tenha ficado ofendido, só quero dizer que reinventei os carros elétricos e estou mandando pessoas para Marte em um foguete. Você achou que eu também seria um cara normal e tranquilo?”, completou.

Filho de um sul-africano e de uma canadense, Musk nasceu em Pretória, na África do Sul. Ele viveu no país até 1989, quando se mudou para o Canadá pouco antes do seu aniversário de 18 anos.

Começou a faculdade na Queen’s University em Ontário, no Canadá, mas no meio da graduação se mudou para a Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos. Ele é bacharel em física e economia e se naturalizou americano. Leia aqui a trajetória de Elon Musk.

Elon Musk e o Twitter: Uma relação antiga e polêmica

Elon Musk e o Twitter: Uma relação antiga e polêmica

Há um mês, o bilionário fez uma oferta de US$ 41,5 bilhões (cerca de R$ 205 bilhões) em dinheiro para assumir o controle total do Twitter. No que chamou de sua “melhor e final” tentativa de compra da companhia, Musk prometeu pagar US$ 54,20 por ação.

No início de abril, ele informou que comprou uma participação de 9,2% da rede social em uma operação efetivada em março. Após a compra, no entanto, rejeitou fazer parte do conselho de administração do Twitter. No documento enviado, Musk afirmou que, caso a oferta não fosse aceita, reconsideraria sua posição de acionista.

“Desde que fiz meu investimento, me dei conta de que a companhia não vai nem prosperar nem atender a esse imperativo social em sua forma atual. O Twitter precisa ser transformado em uma empresa privada”, escreveu em carta endereçada ao presidente do conselho da rede, Bret Taylor.

Policiamento foi reforçado na frente de hotel de luxo que vai receber encontro entre o presidente Jair Bolsonaro e o empresário mais rico do mundo Elon Musk — Foto: Gabriela Almeida/g1

Nas últimas semanas, Musk tem questionado como a rede social lida com a liberdade de expressão, ao indicar comentários como questionáveis e bloquear usuários. No final de março, o executivo questionou – no próprio Twitter – se uma nova plataforma seria necessária para manter essa liberdade.

Perguntado por um seguidor no dia 26 de março sobre a possibilidade de desenvolver uma nova rede social, que colocasse a liberdade de expressão como prioridade e tivesse um algoritmo de código aberto, Musk disse que estava “pensando seriamente nisso”.

O bilionário, inclusive, já teve problemas com suas postagens na rede social. Ele foi proibido de fazer declarações que afetassem o valor das ações da Tesla sem que elas fossem avaliadas previamente pelo conselho da montadora, depois que ele tuitou, ainda em 2018, que pensava em tirar as ações da empresa da bolsa, o que fez o preço dos papeis disparar.

Também já recebeu críticas por alguns de seus comentários, como quando insultou um mergulhador que ajudou no resgate de um grupo de crianças presas em uma caverna na Tailândia.

O Twitter, como outras plataformas de mídia social, suspende contas por violar padrões de conteúdo, incluindo violência, discurso de ódio ou desinformação prejudicial.

Bilionário Elon Musk chega ao Brasil para encontro com Jair Bolsonaro — Foto: Arte/g1

VÍDEOS: assista às reportagens da TV TEM

Fonte: G1