Covid-19: Pequim testará 20 milhões de pessoas para evitar lockdown


A China está passando por um surto de casos da Covid-19 há algumas semanas e, com isso, diversas cidades estão sofrendo com severos regimes de lockdown para evitar a disseminação da doença.  

Pequim, a capital chinesa, para evitar a proibição de locomoção de sua população, resolveu fazer uma campanha relâmpago de testagem em massa. A cidade testará cerca de 20 milhões de habitantes até sábado (30).  

publicidade

Leia também!

Diversos moradores de Pequim estavam estocando alimentos e produtos básicos em casa com medo de um possível lockdown. O medo pelo regime surgiu após Xangai, que identificou pouco mais de 1 mil casos da Covid-19, ter instaurado um regime de lockdown aos seus 26 milhões de habitantes.  

A capital da China registrou 33 novos casos transmitidos localmente em 25 de abril, dos quais 32 eram sintomáticos. Antes da contaminação se espalhar descontroladamente, as autoridades de saúde decidiram realizar a testagem em massa.  

“Pequim é a capital, os controles de vírus são mais fortes do que em outros lugares, não acho que será como Xangai, onde de repente aumenta para milhares de casos”, disse um cidadão em entrevista à Reuters.  

Bandeira da China
Covid-19: Pequim testará 20 milhões de pessoas para evitar lockdown. Imagem: TungCheung/Shutterstock

Apesar de não anunciar o lockdown, Pequim pediu que as empresas permitam o trabalho em regime home office e alerta moradores para que eles não deixem a capital. Algumas regiões com casos suspeitos também foram isoladas.  

Acredita-se que a China tenha tomado medidas mais brandas na capital para evitar um declínio econômico motivado pela política de “Covid Zero”, do presidente Xi Jinping, que foi responsável pelo isolamento severo em algumas cidades. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!





Source link