Capitão Kirk revela que se sentiu em um funeral em viagem para o espaço


Imagem: Blue Origin/Divulgação

William Shatner é bastante conhecido por ter dado vida ao Capitão Kirk, da franquia Star Trek. E, assim como seu icônico personagem, o ator conheceu o espaço na vida real por meio do projeto Blue Origin e relatou suas experiências em um livro.

De acordo com trechos divulgados no site Variety, o sentimento de Shatner foi bem diferente do que ele imaginava antes de voar.

“Minha viagem ao espaço deveria ser uma celebração; em vez disso, parecia um funeral”, escreveu ele. “Foi um dos sentimentos de dor mais fortes que já encontrei. O contraste entre a cruel frieza do espaço e o calor da Terra abaixo me encheu de uma tristeza avassaladora”, segundo trechos do livro  “Boldly Go: Reflections on a Life of Awe and Wonder”, publicados pela Variety.

A viagem de Shatner aconteceu em outubro de 2021, quando o ator embarcou no foguete New Shepard da Blue Origin, de Jeff Bezos. A jornada espacial do Capitão Kirk foi bem rápida, durando cerca de dez minutos, mas o suficiente para torná-lo o homem mais velho a conhecer o universo, com 90 anos na época.

Blue Origin/Divulgação

“Eu amo o mistério do universo (…) Tudo isso tem me emocionado há anos… Mas quando eu olhava para o espaço, não havia mistério – nenhum  temor majestoso para contemplar… Tudo o que eu via era a morte.”

Embora a sensação despertada em Shatner tenha sido bem diferente do que ele havia imaginado, o ator se mostrou profundamente extasiado pela oportunidade de conhecer o espaço. “O que você me deu é a experiência mais profunda… Espero nunca me recuperar disso”, disse Shatner ao CEO da Amazon.

Fonte: Gizmodo