Venezuelano que vai apitar jogo do Corinthians tem polêmica envolvendo nacionalidade

0
69

O árbitro José Argote será o responsável por apitar o jogo de ida entre Corinthians x Montevideo Wanderers (URU), na próxima quinta-feira (25), pelas oitavas de final da Sul-Americana. A Conmebol aponta a nacionalidade do árbitro como venezuelana, porém, outros documentos mostram que o juiz seria colombiano.

A polêmica envolvendo a nacionalidade de José Argote ganhou o noticiário brasileiro em 2017, quando o juiz foi escalado por apitar o jogo de ida do confronto entre Flamengo x Junior Barranquilla (COL), pela semifinal da Copa Sul-Americana daquele ano. O jornalista argentino Marcelo Benini afirmou à época que Argote teria nascido na Colômbia, não na Venezuela, o que impediria que ele apitasse uma partida do Barranquilla.

Nos registros na Conmebol, José Argote aparece como nascido em Maracaibo, na Venezuela. Porém, em sua página na Wikipédia e documentos divulgados pela mídia, o árbitro teria nascido em San Juan del César, na Colômbia.

À época do jogo do Flamengo pela Sul-Americana, o ex-árbitro Sálvio Espínola, atualmente no Grupo Globo e em 2017 na ESPN, afirmou que José Argote nasceu na Venezuela, mas teria cidadania colombiana porque se formou em veterinária no país.

Conteúdo exportado via Portal de Notícias Administrável Hotfix