Suspeito de participar de assassinato de pai e filho é preso com drogas em Volta Redonda | Sul do Rio e Costa Verde

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Um homem, de 26 anos, suspeito de participar do assassinato de pai e filho no início do mês de abril foi preso na segunda-feira (9) em Volta Redonda (RJ). Ele foi flagrado com drogas junto com um adolescente, de 15 anos, que foi apreendido.

A ação aconteceu na Rua União, na Servidão Felicidade, em uma localidade conhecida como Morro da Conquista, no bairro Santo Agostinho. Policiais militares foram ao local após denúncias de que homens armados estavam vendendo drogas no endereço.

Quando chegaram, os agentes foram recebidos a tiros e revidaram. Ao final do tiroteio, os dois suspeitos foram encontrados com 505 cápsulas de cocaína, 58 tiras de maconha, R$ 30 em dinheiro e dois celulares dentro de uma mochila e de um saco plástico.

De acordo com a PM, além do assassinato de pai e filho no bairro Volta Grande 3, o homem de 26 anos também teria participado de um triplo homicídio no bairro Retiro.

A dupla foi levada para a delegacia de Volta Redonda e está à disposição da Justiça.

Pai e filho assassinados; relembre

VÍDEO: Pai e filho são baleados em Volta Redonda

Um homem, de 37 anos, e o filho dele, de 8, foram baleados na noite do dia 2 de abril em Volta Redonda (RJ). O crime aconteceu na Rua Sargento Paulo Moreira, no bairro Volta Grande 3.

A cena foi registrada por uma câmera de segurança. As imagens mostram pai e filho caminhando pela calçada e entrando em um carro. Neste momento, saem de um carro estacionado ao lado três homens e todos começam a atirar contra as vítimas. Os criminosos fogem logo após os disparos — um quarto envolvido dirigia o veículo.

Pai e filho foram socorridos por pessoas que estavam por perto e levados de carro para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Santo Agostinho. Diante da gravidade dos casos, ambos foram transferidos para o Hospital São João Batista.

A criança levou um tiro na cabeça. Segundo a assessoria de comunicação da prefeitura, o menino chegou em estado grave e logo foi sedado e intubado em ventilação mecânica. Ainda na noite de sábado, a criança foi transferida para um hospital particular, onde foi direto para a UTI. Após ficar 18 dias internado, João Estaneck não resistiu e morreu.

Já o pai levou vários tiros pelo corpo e passou por diversas cirurgias. No dia 10 de abril, Adriano Estaneck Pereira faleceu.

VÍDEOS: as notícias que foram ao ar na TV Rio Sul



Fonte: G1