Segunda dose das vacinas AstraZeneca, CoronaVac e Pfizer será antecipada nesta segunda-feira, 30, em VR

0
18


Vacinação acontece em todas as Unidades de Saúde de 08h às 16h; repescagem para primeira dose e atendimento a adolescentes com comorbidades continua no município

Para receber a segunda dose antecipada, basta procurar uma das 46 Unidades de Saúde (UBS e UBSF) do município de 08h às 16h – Foto: Divulgação PMVR.

Volta Redonda- A partir desta segunda-feira, dia 30, a Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), estará antecipando a aplicação de segundas doses das vacinas: AstraZeneca (Oxford), CoronaVac e Pfizer/BioNTech.

De acordo com a secretaria de saúde, a antecipação vale para quem recebeu as primeiras doses de AstraZeneca e Pfizer até 12/06 e para vacinados com a CoronaVac até 12/08.

Para receber a segunda dose antecipada, basta procurar uma das 46 Unidades de Saúde (UBS e UBSF) do município de 08h às 16h. É necessário apresentar o cartão de vacinação Covid e um documento de identidade. De acordo com a Vigilância em Saúde de Volta Redonda, a medida de antecipação visa reforçar a imunização dos moradores mediante a presença de nova variante do coronavírus em circulação no estado do Rio de Janeiro.

Primeira dose

O atendimento para aplicação de primeiras doses continua também nesta segunda-feira no município. A repescagem por idade é direcionada para pessoas a partir de 18 anos que ainda não tenham sido vacinas. Para receber a primeira dose é necessário apresentar um documento de identidade, comprovante de residência, CPF ou cartão do SUS na Unidade de Saúde mais próxima da residência.

Os adolescentes com comorbidades, de 12 a 17 anos, previamente cadastrados no site da prefeitura, continuam recebendo a primeira dose contra a Covid-19 nas Unidades de Saúde. O cadastramento para vacinação é feito no site: www.voltaredonda.rj.gov.br (aba Coronavírus, informações e vacinação/ atualização vacinal de crianças e adolescentes).

No cadastramento, os adolescentes devem submeter laudo médico da condição clínica para avaliação da Vigilância em Saúde, o departamento entrará em contato após a inscrição.

“A Vigilância em Saúde após análise dos casos entrará em contato por e-mail ou telefone disponibilizados no cadastramento, em média a resposta é dada em até três dias, o prazo também depende da disponibilidade de vacinas no município”, disse o coordenador da Vigilância, médico sanitarista Carlos Vasconcellos, acrescentando que: “A vacinação para adolescentes em geral será iniciada assim que houver estoques suficientes da vacina Pfizer, bem como a vacinação de reforço para idosos”, finalizou.





Fonte: Diário do Vale