Rodrigo Furtado pede mais flexibilidade para feirantes

0
32


Rodrigo Furtado pede extensão da flexibilização para feirantes
Foto: Arquivo

Volta Redonda – Em pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal, na sessão desta terça-feira (15), o vereador Rodrigo Furtado (PSC) pediu ao presidente da Câmara Municipal, Nilton Alves de Faria, o Neném (DEM) que levasse ao prefeito Antônio Francisco Neto (DEM) um pedido de mais flexibilidade nos locais em que esses profissionais podem trabalhar.

Segundo o parlamentar, ao atenderem as determinações atuais de distanciamento, alguns feirantes precisaram notar suas barracas perto da capela mortuária do município, no bairro Aterrado:

“Conscientes da seriedade da pandemia, esses trabalhadores respeitaram todas as medidas de segurança exigidas deles até hoje: se espalharam pelas ruas, se dividiram, mudaram de lugar e, pasmem, no sábado foram jogados para perto da capela mortuária”, disse Rodrigo.

O vereador argumentou que as vendas foram prejudicadas pela mudança de local: “É muito difícil vender alimentos com uma família velando o corpo de um ente querido ao lado. Sem contar que aquela região do aterrado é de difícil acesso para a população de baixa renda, prejudicando ainda mais o comércio”, disse.

Furtado argumentou também que outros setores já foram flexibilizados, como bares, restaurantes, academias, zoológico e o parque aquático. O vereador disse que a prefeitura “mantém os feirantes sob duras medidas”.

— Então uso esse espaço para falar diretamente com nosso prefeito, para que ele repense as medidas impostas aos feirantes. Claro que ninguém está pedindo para liberar geral, mas levando em consideração que a ocupação dos leitos de UTI na cidade vem caindo (79% no SUS e53% na rede privada), podemos flexibilizar com responsabilidade o funcionamento da feira livre para evitar a falência desses trabalhadores que fazem parte da história política e econômica desta cidade — concluiu o vereador.





Fonte: Diário do Vale