Rio entra em estágio de atenção com chuva forte; Av. Niemeyer é fechada nos dois sentidos; VÍDEOS | Rio de Janeiro

0
151


A chuva marcou a véspera e o dia de Natal no Rio e nas cidades da Região Metropolitana. Por volta das 18h30 desta sexta-feira (25) a Capital entrou em estágio de atenção, por causa do temporal que começou no final da tarde.

Uma hora e meia depois, a Avenida Niemeyer foi fechada nos dois sentidos de forma preventiva pela Prefeitura do Rio.

De acordo com o Centro de Operações, o fechamento atende aos protocolos de segurança definidos pela Geo-Rio. Em março, a Niemeyer foi reaberta ao tráfego após nove meses fechada. A Avenida Niemeyer tinha sido interditada por causa de um deslizamento que matou duas pessoas no ano passado.

Carros voltam na contra-mão após entrar em via alagada de Niterói, RJ

Carros voltam na contra-mão após entrar em via alagada de Niterói, RJ

A Prefeitura do Rio pede que as pessoas não se desloquem e permaneçam em locais seguros . A previsão é que chova até a madrugada deste sábado (26). O estágio de atenção é o terceiro nível em uma escala de cinco da Prefeitura. A cidade estava em estágio de mobilização desde terça-feira (22), também por causa da chuva.

Em Bangu, na Zona Oeste, houve registro de chuva forte por volta das 18h.

No mesmo horário também chovia forte no Jardim Botânico (Zona Sul), Tanque (Zona Oeste), Alto da Boa Vista (Zona Norte), Vidigal, Penha e na Grajaú-Jacarepaguá. Em muitos locais havia registro de raios e trovoadas.

Entre 19h e 19h30, choveu muito forte em Santa Teresa, Muda, Tijuca e Laranjeiras e houve registro de chuva forte no Grajaú, Saúde, Urca, Penha, São Cristóvão e Anchieta, segundo o Centro de Operações.

Um bolsão de água interditou o ‘mergulhinho’ na Barra da Tijuca, no sentido São Conrado, na Zona Sul, segundo o Centro de Operações.

Niterói com carros submersos

Após chuva, carro fica submerso em rua de Niterói, RJ — Foto: Victoria Teixeira/Arquivo Pessoal

Também há relatos de chuva forte em outros pontos da Região Metropolitana, como Niterói. No bairro de Pendotiba, algumas ruas ficaram alagadas após alguns minutos de chuva intensa no início da noite.

A chuva também alagou ruas do Barreto e de Santa Rosa. Nas redes sociais, os moradores postaram imagens de carros praticamente submersos.

Uma das fotos é da internauta Victoria Teixeira. Ela mostrou um carro com água quase no teto. Ele estava parado na Rua Amerino Wanick, no Barreto.

Dono de carro submerso faz sinal negativo após tentar observar estragos no veículo — Foto: Victoria Teixeira/Arquivo Pessoal

“Sou morador dessa rua, fui ajudar tirar um carro de um vizinho. Quando eu estava retornando, a rua estava mais cheia do que eu imaginava. A gente convive com isso aqui há mais de 40 anos. Não tem jeito, você não vê uma limpeza de bueiro, uma dragagem”, disse Alessandro Amoedo, dono do carro submerso e morador do Barreto.

Chuva forte em Niterói alaga casas no bairro do Barreto

Chuva forte em Niterói alaga casas no bairro do Barreto

Algumas casas no Barreto também foram invadidas pela água e moradores idosos ficaram ilhados. Em um dos vídeos, uma senhora que tinha operado o joelho, é socorrida.

A Avenida Roberto Silveira, em Icaraí, ficou alagada em alguns pontos e os carros tinham dificuldade para passar pelos bolsões de água. Alguns motoristas optaram para sair do local na contramão.

A concessionária Arteris Fluminense informou que dois pontos da Rodovia BR-101 foram interditados na noite desta sexta. Um deles, no quilômetro 321, em Niterói, sentido Espírito Santo, devido a alagamento. Cerca de uma hora e meia depois, a pista foi liberada ao tráfego, segundo a Arteris.

O outro trecho está na altura do quilômetro 316, em São Gonçalo, sentido Rio de Janeiro, por causa da queda de uma barreira. Foi feito um desvio no quilômetro 313, mas os motoristas enfrentavam engarramento de dois quilômetros por volta das 20h30.

Carro volta na contra-mão após entrar em rua inundada em Niterói, RJ — Foto: Thabata Novaes/Arquivo Pessoal

A temperatura máxima na Capital chegou a 26,8°C e a mínima não passou de 20,8°C, na Vila Militar. As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Chuva na Costa Verde e riscos

O tempo instável é resultado do transporte de umidade do mar para o continente, em conjunto da influência dos ventos em níveis altos e médios da atmosfera.

Essa situação voltou a se intensificar e se espalhar pelo estado do Rio de Janeiro durante a tarde de sexta. O Instituto Climatempo divulgou um alerta para chuva mais forte até este sábado. No início da noite havia registro de chuva forte na Costa Verde, na Baixada Fluminense e na Capital.

Segundo o Climatempo, até o final desta noite de sexta ainda há risco para alagamentos, transbordamento de córregos e rios e potencial para deslizamento de terra em áreas de encosta.

Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul do Rio, amanheceu sob céu encoberto neste Natal (25) — Foto: Daniel Silveira/G1

No fim de semana teremos podem ocorrer algumas aberturas de sol nas manhãs, porém a umidade ainda estará alta e as nuvens carregadas ainda se formam e se espalham pelo estado.

Segundo o Climatempo, há condições de pancadas de chuva nas tardes e noites (de sábado e domingo) em todas as regiões fluminenses, inclusive no Grande Rio.

Não estão descartados temporais no Vale do Paraíba e na Região Serrana, alerta o Instituto.

Assista às notícias mais vistas no G1 Rio na última semana:



Fonte: G1