Queima de fogos iluminou 13 pontos de Angra dos Reis no Réveillon

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Com muita responsabilidade, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Eventos, organizou uma especial queima de fogos na praia do Anil – Foto: Larissa Torres(PMAR).

Angra dos Reis- Depois de um ano de superação, Angra dos Reis voltou a celebrar, como manda a tradição, o Réveillon, oportunizando que moradores de vários bairros recebessem com alegria, fé e esperança o ano de 2022, o ano da virada.

Com muita responsabilidade, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Eventos, organizou uma especial queima de fogos, com 10 minutos de duração, na Praia do Anil, que é um local amplo e aberto.

O som, depois da meia-noite, ficou por conta do talentoso cantor angrense Dado Vianna. Ele colocou geral para dançar “Coração Bloqueou Você”, cujo clipe tem mais de 600 mil visualizações no Youtube. Também animaram a noite o cantor Dyego Rezende e os DJs Bozz e Andrezinho.

Na virada, a prefeitura também providenciou palco, som, iluminação e artistas para os bairros do Parque Mambucaba, Vila Histórica de Mambucaba, Frade, Bonfim, Japuíba, Jacuecanga e Monsuaba. As atrações foram decididas em acordo com as associações de moradores.

O governo ainda contribuiu com as queimas de fogos no Belém, Bracuí e nas praias de Araçatiba e Provetá, na Ilha Grande.

A programação continua neste sábado (1º), com a tradicional Procissão Marítima, que neste ano chega a sua 43ª edição. Logo após, às 16h, na Praia do Anil, rola a premiação do evento náutico ao som de DJ, seguida da apresentação do cantor Davi Dias e, às 19h, o show do grupo de pagode Di Propósito, que reúne vários sucessos, entre eles “Manda Áudio”.

Ilha Grande

Na Vila do Abraão, na Ilha Grande, o Réveillon também contou com uma programação especial e queima de fogos. O som foi comandado pelo DJ Sergioxfat e PaiRock e Boca do Rio. No local, os moradores e turistas poderão conferir às 23h deste sábado (1º), o show do rapper Gabriel o Pensador.

 

 

 

 





Fonte: Diário do Vale