Projeto Jovem Aprendiz já tem 700 pessoas cadastradas em Volta Redonda

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


o projeto é uma iniciativa da prefeitura, por meio da Secretaria de Ação Comunitária (SMAC) e da Coordenadoria da Juventude (CoordJuv), em conjunto com o MPRJ e MPT-RJ- Foto: Divulgação PMVR.

Volta Redonda- Lançado em meados de abril deste ano com o objetivo de implementar sistema de captação de dados de adolescentes para inserção em Programa de Aprendizagem, um total de 700 adolescentes e jovens já estão cadastrados no projeto “Jovem Aprendiz”, em Volta Redonda.

acompanhado pela Política de Assistência Social do município, o projeto é uma iniciativa da prefeitura, por meio da Secretaria de Ação Comunitária (SMAC) e da Coordenadoria da Juventude (CoordJuv), em conjunto com o MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) e o Ministério Público do Trabalho (MPT-RJ).

Inscrições

Os programas de aprendizagem são direcionados para adolescentes e jovens de 14 a 24 anos, com prioridade para os que vivenciam situações de trabalho infanto-juvenil. Sendo assim, os que estão dentro desta faixa etária e são munícipes de Volta Redonda devem procurar o CRAS (Centro de Referência Especializado da Assistência Social) mais próximo de sua residência para atendimento e preenchimento da ficha de levantamento de dados.

Essas informações serão encaminhadas à gestão do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) da SMAC, que, à medida que recebe as vagas, vai selecionando os candidatos pelo perfil requerido pela empresa e contatando os interessados. Os serviços que são porta de entrada para o Cadastro Jovem Aprendiz VR são: CREAS (Centro de Referência Especializado da Assistência Social), Conselho Tutelar, Centro Oportunizar, Fundação Beatriz Gama e os CRAS.

O projeto

O Projeto Jovem Aprendiz VR, ligado a gestão do PETI, tem como objetivo promover o acesso de adolescentes e jovens no mercado de trabalho formal na condição de aprendiz; reduzir o quantitativo de adolescentes em situação de trabalho infantil no município através de oportunidades de profissionalização; ofertar meios de capacitação e formação profissional para o público juvenil de modo a contribuir com a construção de novas perspectivas de vida, além de fomentar um sistema de captação de dados vinculado à Política de Assistência Social para abarcar as demandas da Proteção Social Especial e da Proteção Social Básica, no que tange ao encaminhamento de adolescentes e jovens para qualificação profissional.

O post Projeto Jovem Aprendiz já tem 700 pessoas cadastradas em Volta Redonda apareceu primeiro em Diário do Vale.



Fonte: Diário do Vale