Prefeitura divulga cronograma da coleta seletiva em Volta Redonda

0
23


Três cooperativas estão responsáveis pelos serviços de recolhimento, transporte e destinação do material reciclável separado pela população

Volta Redonda – Com a retomada do serviço de coleta seletiva em Volta Redonda, a Secretaria de Meio Ambiente (SMMA) divulgou o cronograma da atividade, que ocorrerá de segunda a sexta-feira, em dois turnos. O recolhimento, transporte e destinação dos resíduos são feitos por três cooperativas de catadores de recicláveis: Folha Verde, Reciclar VR e Cidade do Aço.

Os bairros do município foram separados em setores e as três cooperativas vão se dividir no recolhimento, porta a porta, do material reciclável. “Cada bairro tem seu dia definido na programação que pode ser conferida no Facebook da prefeitura ou pelo link: https://bityli.com/Fvg05”, disse o subsecretário de Meio Ambiente, Anderson Silva de Azevedo.

Ele acrescentou que as cooperativas fazem o recolhimento do material das 7h às 14h20 e de 15h30 às 22h50.

“É aconselhável que os moradores coloquem o material para fora de casa no início de cada turno, já que não há horário fixo para os caminhões passarem”, orientou Anderson.

Neste primeiro momento, não há necessidade de dispensar o material reciclável em embalagens especiais. Os catadores farão a identificação visual no momento da coleta. “Apenas pedimos que o material seja descartado seco”, alertou o subsecretário de Meio Ambiente.

Anderson destacou que é preciso que toda população se conscientize da função socioambiental importante que as cooperativas de catadores de recicláveis desempenham no município. Elas dão destinação adequada ao material que recolhem, aumentando a vida útil dos aterros sanitários, evitando que sejam descartados incorretamente e acabem até dentro dos rios.

Desta forma, os resíduos descartados podem retornar à cadeia produtiva para virar o mesmo produto ou até diferentes dos originais, como a maioria dos papéis, vidros e plásticos, papelão e alumínio. Estes podem ser separados e entregues à coleta seletiva.

Geração de renda

O secretário de Ação Comunitária, Munir Francisco, acrescentou que, além de beneficiar o meio ambiente, a coleta seletiva promove geração de renda. “As três cooperativas contratadas para executar o serviço em Volta Redonda contam com cerca de 50 cooperados. Isto significa que 50 famílias terão renda mensal garantida”, falou Munir, lembrando que, a princípio, o contrato é de 12 meses, mas o compromisso poderá ser prorrogado.





Fonte: Diário do Vale