Prefeitura de Volta Redonda reabre Cras Coqueiros

0
6


Unidade estava fechada há quatro anos e teve as portas abertas novamente nesta quarta-feira

Foto: Secom PMVR
População do bairro Coqueiros tem acesso aos serviços do Cras

Volta Redonda – A Prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac), reabriu na manhã desta quarta-feira (1º) o Cras (Centro de Referência em Assistência Social) Coqueiros. A unidade, a 29º reaberta pelo governo municipal em 2021, estava fechada há quatro anos. O evento que marcou a reabertura do espaço contou com a presença do secretário municipal de Ação Comunitária, Munir Francisco, dos vereadores Vander Temponi, Rodrigo Ávila e Cacau da Padaria, de secretários municipais e do assessor especial, Deley de Oliveira.

Antes de ter as portas abertas novamente, o Cras Maria do Socorro Faria (Naná) passou por uma reforma geral. Os usuários estavam sendo atendidos no Vila Brasília e com a reabertura do espaço, voltarão a ser atendidos no próprio bairro.

A reabertura tem como objetivo oferecer acesso a benefícios, programas e políticas públicas para toda população da cidade. A unidade conta com equipe composta por coordenador, auxiliar administrativo, assistente social, psicólogo e orientador social. No novo espaço, por meio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, os cidadãos poderão participar de atividades artísticas, culturais, de lazer e esportivas, de acordo com a faixa etária.

Também será possível fazer concessão de benefícios, através de avaliação técnica e promover oficinas de Inclusão Produtiva, além do encaminhamento para a rede socioassistencial e demais órgãos públicos.

O secretário Munir Francisco destacou que a reabertura do espaço faz parte da programação da administração municipal de entregar aos moradores todos os Cras que foram fechados no governo anterior.

“Queremos que os atendimentos sociais fiquem mais próximos das comunidades. Assim, podemos alcançar um número maior de pessoas, além de facilitar a vida delas. Vamos voltar a ser referência em assistência no país. Os moradores de Volta Redonda merecem”, destacou o secretário.

A filha de Maria do Socorro Faria (Naná), que dá nome ao Cras, Thabata Mythzi Montrezor, lembrou que a mãe dedicou 14 anos de sua vida aos trabalhos desenvolvidos nos Cras e afirmou ter ficado honrada com a homenagem.

“Minha mãe trabalhou como instrutora de cabeleireiro durante 14 anos. Ela atuou em praticamente todos os Cras e terminou a sua jornada no Centro de Inclusão Produtiva. Ficamos muito honrados em receber essa homenagem, pois ela gostava muito do que fazia. Gostava de estar dentro das comunidades e dos projetos sociais desenvolvidos em Volta Redonda”, disse Thabata.





Fonte: Diário do Vale