Polícia Civil analisa motivo do assassinato de pai de ex-prefeito de Vassouras

0
21


Uma das possibilidades é que o crime possa ter tido conotação politica

Polícia Civil vai continuar investigações da morte de pai de ex-prefeito de Vassouras

Vassouras – A Polícia Civil não descarta nenhuma hipótese para justificar o motivo do assassinato de Nilton Gonçalves de Oliveira, de 63 anos, pai do ex-prefeito de Vassouras, Renan Vinícius Santos Oliveira. Uma delas é a de que crime possa ter tido conotação política.

Nilton morreu no local. O delegado Rodolfo Atala, titular da 88ª DP (Barra do Piraí), e que neste fim de semana, também comandava o plantão na Delegacia de Vassouras, registrou o crime como homicídio.

O delegado titular da 95ª DP, Jorge Rodrigues, dará continuidade as investigações.

Policiais foram informados de que  Nilton estava tomando café, por volta de 11h15, com a mulher, no calçadão, na Rua Barão do Rio Branco,  próximo à praça principal, no Centro de Vassouras, quando um Gol parou do lado do  casal. Uma pessoa que estava no carona do veículo, desceu e disparou três tiros na vítima.

Os atiradores fugiram em direção a um morro. Nada foi levado de Nilton, fato que fez com que a polícia descartasse a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte).

A mulher não se feriu. Ela estava sendo aguardada para depor como testemunha na Delegacia de Vassouras. No entanto, o depoimento foi adiado porque ela estava em estado de choque.

A mulher chegou a desmaiar, ao presenciar a cena do crime, segundo um policial. A Polícia Civil analisa imagens feitas por câmeras de segurança instaladas próximo ao local do assassinato.





Fonte: Diário do Vale