PM que morreu em acidente grave na Via Dutra será sepultado nesta segunda-feira em Valença

0
202



Segundo a PM, sepultamento está marcado para 8h, no Cemitério do Riachuelo, no bairro de Fátima. Batida aconteceu na manhã deste domingo, no trecho da rodovia que corta Piraí. O corpo do cabo Renan da Silva Gonçalves, policial militar que morreu em um acidente grave na Via Dutra, será enterrado na manhã de segunda-feira (9) em Valença, no Sul do Rio de Janeiro. Segundo a PM, o sepultamento está marcado para 8h, no Cemitério do Riachuelo, no bairro de Fátima.
O acidente aconteceu na manhã deste domingo (8), no trecho da Dutra que corta Piraí, também no Sul do Rio. O cabo Renan e colegas de equipe da Polícia Militar realizavam uma abordagem de rotina a um carro no acostamento da rodovia, quando uma carreta bateu na traseira da viatura e atingiu ainda o veículo abordado.
Caminhoneiro bate em viatura da PM e outro veículo na Via Dutra, em Piraí
Divulgação/PRF
O PM não resistiu aos ferimentos. Ele tinha 34 anos e estava há oito na corporação. Em nota, a assessoria da Polícia Militar lamentou a morte do agente.
“A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar lamenta a morte do cabo Renan da Silva Gonçalves ocorrida na manhã deste domingo. O cabo Gonçalves tinha 34 anos, estava há oito anos na Corporação e deixa companheira. O sepultamento será no cemitério do Riachuelo, na cidade de Valença, na segunda-feira”, diz o comunicado.
Caminhoneiro embriagado atinge dois veículos na Via Dutra, em Piraí
Divulgação/PRF
No outro automóvel atingido havia quatro passageiros: três ficaram feridos — um deles em estado grave — e o quarto não sofreu ferimento. As vítimas foram encaminhas a hospitais em diferentes cidades.
Hospitais para onde as vítimas foram levadas:
Hospital São João Batista, em Volta Redonda
A unidade médica informou que um jovem, de 20 anos, teve fratura exposta na perna direita. Ele foi atendido pela equipe de cirurgia geral e ortopedia. O estado de saúde dele é estável.
Hospital particular, também em Volta Redonda
Motorista do veículo, de 32 anos, teve lesões graves, segundo a PRF.
Hospital Flávio Legal, em Piraí
De acordo com informações da polícia, um outro jovem, de 20 anos, também teve lesões graves.
A PRF informou ainda que realizou o teste do bafômetro no motorista da carreta, que transportava gás inflamável, e foi constatado que ele estava dirigindo sob o efeito de álcool. Ele foi preso e encaminhado à delegacia de Piraí. O homem vai responder por crime de trânsito por dirigir embriagado.
O trânsito chegou a ficar lento no trecho e o congestionamento chegou a 1 km, mas foi normalizado ainda neste domingo.
Segundo veículo é atingido por caminhão em Piraí
Divulgação/PRF


Fonte: G1