Neto demostra interesse pela proposta de criação da Unidade de Conservação Pedreira da Voldac

0
11


Foi o segundo encontro do ano do prefeito Neto com o MEP sobre o tema -Foto: Divulgação.

Volta Redonda- O prefeito Antônio Francisco Neto, em reunião nesta segunda-feira, dia 29, com a equipe Ambiental do MEP(Movimento Ética na Política), após escutar as ponderações do MEP sobre a proposta de criação da Unidade de Conservação na Pedreira da Voldac, se posicionou favorável pela proposta. “Primeiro criaremos a Unidade de Conservação, depois investiremos todo ICMS ecológico na Pedreira da Voldac”, afirmou Neto, determinando que o secretário Municipal do Meio Ambiente Miguel Arcanjo, secretário Municipal do Meio Ambiente, faça os encaminhamentos.

Foi o segundo encontro do ano do prefeito Neto com o MEP sobre o tema. O primeiro aconteceu em maio, inclusive com presença do vereador Paulinho AP, que se fez presente novamente.

Segundo o biólogo Fernando Pinto, coordenador da equipe ambiental do MEP, o encontro foi muito produtivo e participativo. “Nossas argumentações, os estudos realizados, os apoios recebidos de diferentes instituições de ensino através dos seus pesquisadores, a presença do Projeto Recriar, do Centro Educacional Dr. Catador, entre outros, tem aglutinando energias para consolidação da nossa proposta”, disse Fernando.

AVANÇOS E O “RIO + 30 CIDADES”   

Em meio aos debates outros temas ambientais foram elencados como a ampliação do entorno de proteção da área que envolve a pedreira (proposta do vereador Paulinho), usina de lixo (compostagem), coleta de seletiva associada à desconto de IPTU, operacionalização de educação ambiental nas escolas do município, conexão das unidades: Pedreira- Fazenda do Ingá-Vale dos Puris, etc.

Coube à Marina Guião, ambientalista, apoiadora da equipe do MEP e do Recriar, que esteve representando Volta Redonda na COP, conferência Mundial do Clima, em Glasgow, Escócia, fazer as considerações finais. Oportunidade que também apresentou ao Prefeito e ao secretário indicadores para a agenda do primeiro semestre de 2022, o  Rio +30 Cidades’, na cidade do Rio de Janeiro: “O evento que discutirá o papel dos centros urbanos nas mudanças climáticas mundiais, será nos moldes da ‘Rio +20’, realizada em 2012. Volta Redonda poderá dar a sua contribuição”, disse Marina ao agradecer o Prefeito, que reagiu pedindo mais dados sobre o acontecimento.

 

 





Fonte: Diário do Vale