Empresários fundam Associação dos Processadores de Aço do Estado do Rio de Janeiro em Volta Redonda

0
14


Com o objetivo de organizar as demandas do setor, a APROAÇO reúne indústrias metalúrgicas as quais movimentam cerca de R$ 4,5 bilhões anualmente, gerando aproximadamente 10 mil empregos

Aproaço tem sede em Voita Redonda
(Foto: Divulgação)

Volta Redonda – Nesta segunda-feira (6), aconteceu em Volta Redonda a assembleia geral para a fundação da Associação dos Processadores de Aço do Estado do Rio de Janeiro – Aproaço.

Composta inicialmente por 17 indústrias metalúrgicas, localizadas em diversas regiões do estado, como Região Sul-Fluminense, Serrana, Região dos Lagos e Baixada, além da capital, a associação foi criada com o objetivo de mobilizar a categoria para contribuir com o desenvolvimento do setor, o qual sozinho, movimenta anualmente mais de R$ 4,5 bilhões e gera cerca de 10 mil empregos, diretos e indiretos no estado.

Segundo o vice-presidente eleito durante a assembleia, José Valentin Gallo, através da união dos empresários será possível realizar ações coordenadas que possibilitem o crescimento do setor. A expectativa é que a Aproaço possa unificar as demandas e discutir, junto ao poder público, soluções para que o seguimento contribua de uma forma ainda mais efetiva para a retomada do crescimento do Estado.

“A Aproaço nasceu com o objetivo de valorizar o segmento e contribuir de maneira mais organizada para consolidar esse momento de retomada da economia fluminense. Nosso setor gera anualmente mais de R$ 500 milhões em impostos para o governo estadual e federal. É um número expressivo e demonstra que a organização dos empresários pode potencializar essa arrecadação e gerar mais empregos no estado. A associação foi formada por um grupo de empresas sérias, que possuem responsabilidade em suas ações e que entenderam que apenas com a união de esforços é que chegaremos com mais força para debater o futuro do setor junto ao governo estadual, Alerj e outras autoridades políticas”, afirmou, Gallo.

Durante a cerimônia de fundação, onde foram definidas as diretrizes da Aproaço, assim como os membros da diretoria executiva, conselho fiscal e conselho administrativo, o vice-presidente eleito definiu as primeiras ações e pautas que serão deliberadas neste primeiro trimestre de atuação.

“Não temos tempo a perder. Já estamos mobilizando uma extensa agenda de visitas pelo estado, visando aumentar nossa representatividade e lutar por melhores condições para o setor. Esse primeiro trimestre será muito importante para colocar o planejamento em prática. Vamos debater ações que vão impulsionar um setor que tanto contribui para o desenvolvimento econômico e social do estado e municípios”, finalizou o vice-presidente da Aproaço, José Valentin Gallo.





Fonte: Diário do Vale