Angra dos Reis será cidade inteligente

0
55


Fernando Jordão assina autorização para projeto que transformará Angra dos Reis em cidade inteligente
Foto: PMAR

 

Angra dos Reis – Angra dos Reis será uma das primeiras cidades inteligentes do Brasil e, com isso, se tornará referência mundial. Para isto, a prefeitura autorizou, nesta quinta-feira (9), em uma cerimônia no Salão Nobre, o início da implantação do projeto que vem sendo desenvolvido há mais de três anos pelo município.  A autorização foi assinada pelo prefeito Fernando Jordão, pelo secretário-executivo de Obras, Alan Bernardo, e pelo presidente da Enel X, Francisco Scroffa.

O Cidade Inteligente foi englobado no projeto da PPP de Iluminação Pública gerenciado pela Enel X, vencedora da licitação da Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, via receitas acessórias.

– A Enel X aceitou explorar as receitas acessórias do Cidade Inteligente sem custo algum para o município. Nosso objetivo é promover uma cidade realmente inteligente e moderna, com benefícios para a população que mora aqui e que nos visita – frisou o prefeito Fernando Jordão, ao lado do secretário de Governo, Cláudio de Lima Sírio.

O projeto Cidade Inteligente promoverá um salto tecnológico e de inovação em Angra dos Reis, com estacionamento rotativo digital, a partir do celular de fácil acesso e menor custo, além da ampliação da rede de fibra ótica cobrindo quase toda a área, interconectando todas as unidades administrativas, de educação, saúde e de assistência social.

– É um privilégio para nós da Enel X o anúncio da autorização do início do projeto Cidade Inteligente. Angra vai ser a primeira cidade de todo o país com muitas tecnologias – frisou o presidente da Enel X.

O Cidade Inteligente ainda prevê a ampliação da cobertura de videomonitoramento, com 200 câmeras entre fixa, móvel e de leitura de placa de veículos, além de 50 câmeras com identificação facial aprimorando as políticas de segurança pública. O município ainda contará com 15 praças conectadas e modernas com árvore de energia solar, totem de segurança pública e internet gratuita, além de diversas aplicações ambientais para melhor gestão de risco de desastres naturais como estação meteorológica, marégrafo, sensor UV, medidor de qualidade do ar, entre outros.

O secretário-executivo de Planejamento e Gestão Estratégica, André Luís Pimenta, explicou que o projeto vem sendo trabalhado pelo município com a missão de trazer inovação e modernização para a cidade, sem retirar recursos da saúde, educação, assistência social e outros investimentos. “Seremos referência no Brasil pelo modelo de negócio adotado”, disse.

Para o secretário de Governo, Cláudio de Lima Sírio, com a implantação do projeto, Angra se tornará um case mundial.

– Esta é mais uma etapa da política de legado promovida pelo governo Fernando Jordão, visando uma Angra de oportunidades e qualidade de vida para seus moradores e visitantes – afirmou.

A cerimônia foi transmitida ao vivo pelo Youtube e Facebook da Prefeitura de Angra e contou com a participação de secretários do governo e dos vereadores Helinho do Sindicato (presidente da Câmara), Luciana Valverde (líder do governo), Titi Brasil, Jane Veiga, Charles Neves, Jorge Eduardo Mascote e Jorginho Brum.





Fonte: Diário do Vale