Vídeo flagra abordagem violenta da PM contra motoboy em Cantagalo; ‘falou que ia quebrar meus dentes’ | Região Serrana

0
41


Uma câmera de segurança mostrou o momento em que um motoboy foi abordado de forma violenta pela PM e levou um tapa de um dos policiais na tarde desta quinta-feira (03) no Centro de Cantagalo, na Região Serrana do Rio.

Roberto Carlos, de 29 anos, estacionou em frente à farmácia, onde trabalha como entregador há quatro anos, quando a viatura da polícia chegou, por volta de 12h30.

O G1 pediu um posicionamento da Polícia Militar mas até as 10h23 desta sexta-feira (4) não teve retorno.

A câmera do estabelecimento mostra três policiais se aproximando. Antes de fazer a revista, um dos agentes afasta as pernas do motoboy de forma abrupta. O entregador já estava de costas e com as duas mãos sobre a viatura. Em determinado momento da revista, o rapaz leva um tapa na cabeça. Revoltado, o patrão do rapaz colocou o vídeo nas redes sociais, fazendo um desabafo.

“Apontar um fuzil para um cidadão em pleno centro da cidade, em frente do seu trabalho e uniformizado? (…) Isso foi Racismo e abuso de poder. Se ele fosse culpado por alguma coisa deveria ter sido preso né?”, disse o dono da farmácia, Sérgio Oliveira.

Procurado pelo G1, Roberto Carlos explicou o motivo da abordagem. Disse que passou por um amigo, que também trabalha em drogaria, e deu carona para o rapaz, mas o fato do carona estar sem capacete chamou a atenção dos policiais que estavam próximos à rodoviária da cidade.

“Eu até aceito ser parado, eu só não aceito o porquê dele ter me agredido, que eu já estava com a perna totalmente aberta. Aí depois ele veio, totalmente despreparado, e me agrediu com tapa e falava que ia me mandar pro meu lugar, falou que ia quebrar meus dentes. É lamentável, cena lamentável, espero que ninguém passe por isso, de coração”, disse ao G1.

Ainda segundo Roberto, pela infração de trânsito de dar carona a um passageiro sem capacete, os policiais não registraram a falta.

O rapaz confirmou ao G1 que pretende registrar a ocorrência na delegacia para que casos como esse não se repitam na cidade. O patrão dele espera que, com a projeção do caso nas redes sociais e na mídia, haja punição.

“É impressionante como essa cena se repete, cada dia com mais frequência. Estou tentando entender até agora o porquê de tanta violência e falta de respeito com um cidadão, que se pode ver claramente no vídeo, em momento algum esboçou nenhuma reação nem física e nem verbal com os policiais”, disse Sérgio em outro trecho da postagem no Facebook.

A postagem gerou dezenas de comentários. Leia abaixo trechos de algumas reações. Entre os internautas, se manifestaram moradores da cidade, parentes e conhecidos do motoboy.

  • “É uma profissão tão linda, mas por causa de uns e outros eu estou passando a TER PÂNICO!!! O cidadão de bem é tratado como bandido. Minha mãe e com certeza todos nós da família estamos indignados. Há suas exceções claro, tem policiais muito bons também aqui. 😢”
  • “Um chefe de família, educado, trabalhador, é muito constrangedor assistir uma cena dessas (…)”.
  • “O rapaz é trabalhador e não tem necessidade de passar por isso. Infelizmente isso acontece toda hora em Cantagalo. Falta de respeito. Policiais assim não me representam. Quero ver algum político de Cantagalo vir agora defender o rapaz. Cadê os vereadores? E o prefeito?
  • “Absurdo! Racismo é crime”
  • “Uma vergonha a policia da nossa região! Aconteceu o mesmo comigo, em frente minha casa, onde fui agredido e com bens quebrados, como relógio e mochila rasgada. E pior, fui algemado e tive que pagar cesta básica por crime de resistência, onde eu não apresentei nenhuma!”

Violência policial em Cantagalo

Policiais agridem homem em Cantagalo e esposa da vítima filma tudo

Policiais agridem homem em Cantagalo e esposa da vítima filma tudo

Ana Leal, mulher do comerciante, disse que a agressão aconteceu porque Vanilto Martins, de 28 anos, reclamou da direção perigosa dos policiais na rua em frente à padaria da família, no bairro São José, por medo de que alguém fosse atropelado. De acordo com a PM, os policiais estavam na região para prender dois homens suspeitos de furtar uma moto.

O caso ainda segue sem definição, segundo acompanhamento feito pelo G1 na última semana.



Fonte: G1