Último fim de semana do Festival Sesc de Inverno tem show de Emicida e apresentação de Paulo Betti | Região Serrana

0
15


Termina neste domingo (25) a 19ª edição do Festival Sesc de Inverno, realizado na Região Serrana do Rio. O último fim de semana de programação terá show de Emicida e Paulo Betti.

O evento começou na sexta-feira (16), com a maior parte da programação virtual, com atrações que envolvem a literatura, audiovisual, música, teatro, dança, circo e artes visuais.

Neste sábado (24), a programação começou às 11h com apresentação do coreógrafo Renato Vieiram transmitida nas redes sociais do Sesc Nogueira.

No mesmo horário, também com sessão de curtas-infantis com “Eu queria ser um monstro” e “A incrível aventura das sonhadoras crianças contra lixeira furada e capitão sujeira”, nas redes sociais do Sesc Nova Friburgo. Os diretores de Marcelo Marão e Beatriz Ohana participam de um debate às 16h no mesmo canal.

Já no domingo (25), às 11h pelas redes sociais do Sesc Quitandinha, terá o vídeo espetáculo Circo Zanni. O trabalho é composto de imagens de produções realizadas ao longo dos 17 anos do grupo fundado por Domingos Montagner (1962-2016) e Fernando Sampaio, entre outros artistas.

Também no mesmo horário, a artista Gabriela Ribas, da Cia Arteira, de Nova Friburgo, convida o ator Ricardo Blat para uma conversa sobre sua trajetória na cena teatral brasileira nas redes sociais.

Também haverá show do Tiquepuê, às 17h no canal do Sesc no Youtube. Às 19h, no mesmo canal, o ator Paulo Betti apresenta a “Autobiografia autorizada”, espetáculo que estreou em 2015 por ocasião dos seus 40 anos de profissão. Encerrando a programação,, às 20h, o rapper Emicida apresenrta o show AmarElo.

Além da programação virtual, algumas intervenções urbanas ocorrem em Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo e Três Rios.

Poemas inseridos em balões biodegradáveis serão lançados pelas cidades e trechos de poemas de escritores da Região Serrana serão marcados nos muros das unidades do Sesc, escolas e terminais rodoviários.

Uma exposição do tipo instalação sonora, denominada ‘Trocando as mãos pelos pés”, está disponível no Sesc Nogueira, em Petrópolis. São 10 instrumentos musicais em forma de esculturas cujos sons são acionados pelos visitantes por meio de pedais e outros mecanismos.

Outra exposição mesmo formato, na unidade de Petrópolis é a “Novas possibilidades de leituras do mundo”, com obras assinadas por diversos artistas.

Na unidade do Sesc em Teresópolis está em cartaz a exposição ‘Palavras compartilhadas’, da artista visual Rosana Ricalde, que reúne peças apresentam a poética existente entre as formas literária e visual das palavras.

As exposições também estarão disponíveis on-line, num tour virtual.



Fonte: G1