Traficante preso em hotel na Bahia é transferido para o Rio de Janeiro | Bahia

0
60


O traficante Nei Carlos Souza da Silva, conhecido por Ti Baiano, que foi preso em um hotel, em Salvador, já está no Rio de Janeiro. Segundo a polícia, ele foi transferido na noite de sexta-feira (23).

Nei Carlos estava foragido do Rio de Janeiro e é apontado pela polícia como a principal liderança de uma organização criminosa do estado. Além disso, ele também é investigado por homicídios e fornecimento de armamento de diversas comunidades da região serrana do RJ.

O traficante foi preso, na quinta-feira (22), enquanto estava na piscina do hotel na Pituba, bairro nobre de Salvador. Ele foi encontrado com cerca de R$ 60 mil em dinheiro e joias em ouro. Policiais do RJ se hospedaram no local para efetuar a prisão, que foi feita com apoio da polícia baiana.

Após ser capturado, Nei Carlos foi levado para o Serviço de Polícia Interestadual (Polinter), em Salvador. Ele é baiano, passou parte da infância no complexo de bairros do Nordeste de Amaralina, na capital, mas depois foi viver no Rio de Janeiro.

A suspeita da polícia é que ele estava em Salvador para negociar compra e venda de armas. A filha e a esposa dele também estavam hospedadas no hotel, mas não foram detidas, e já deixara o local, mas não há detalhes se elas já voltaram para o Rio de Janeiro.

O traficante usava documento falso com nome de um jogador do Flamengo, time que ele torce, no momento da prisão.

De acordo com a polícia, Nei Carlos se hospedou no hotel com documentos falsos em nome de Bruno Henrique Santos de Souza. Bruno Henrique é um dos principais jogadores do Flamengo. No momento da prisão, o traficante estava com uma camiseta do clube, além de joias de ouro com o brasão do time.

Entre as joias encontradas também estavam correntes com pingentes de uma bíblia, de Nossa Senhora Aparecida, do sagrado coração de Jesus e um o “rosto” de Jesus.

O delegado Claudio Batista, da Polícia Civil do Rio de Janeiro, detalhou que Nei Carlos estava sendo monitorado por causa da atuação da facção, que é considerada uma das mais agressivas do estado. Disse ainda que Nei Carlos sabia que estava sendo vigiado.

“Investigações dessas duas unidades apontam o Ti Baiano como responsável por homicídios e pela distribuição da grande quantidade de drogas nas principais comunidades de Petrópolis, Três Rios e Comendador Levy Gasparian. Ti Baiano é apontado como autor intelectual do homicídio de um adolescente ocorrido no dia 7 de setembro. Esse homicídio aconteceu em virtude desse adolescente ter contraído uma dívida com a organização, a qual ele não pode pagar e foi perseguido e executado brutalmente”, disse o delegado.

Estadia discreta em Salvador

Traficante torcedor do Flamengo usava documento falso com nome de jogador do time no momento de prisão — Foto: Reprodução/TV Bahia

Nei Carlos chegou a Salvador na segunda-feira (19) e deu entrada no hotel. A unidade informou que ele disse que tinha intenção de ficar na capital baiana por 15 dias. O traficante chegou a pagar à vista três diárias de dois quartos, um ocupado pelo casal e outro pela filha, que não teve a idade divulgada.

Segundo os funcionários hotel, Nei Carlos era muito discreto e não tomou café da manhã na área comum em nenhum dia de hospedagem. A única movimentação do traficante fora do quarto foi na quinta-feira (22), quando ele resolveu ir para a área da piscina, onde foi preso pelos policiais.

O delegado Cláudio Batista contou ainda que as equipes de inteligência do Rio de Janeiro descobriram a viagem de Nei Carlos com antecedência e acionaram a Polícia Civil na Bahia. Na madrugada de quinta, o delegado e outro policial também chegaram a Salvador, e se hospedaram no mesmo hotel.

Tanto o delegado quanto o policial passaram a se comportar como hóspedes, para acompanhar a movimentação de Nei Carlos e efetuar a prisão.

“A prisão do Ti Baiano tem impacto significativo na região, por conta das evidências já levantadas, no sentido de que ele, como sendo a principal liderança, deixa desamparado um segmento grande de traficantes, que praticam diariamente crimes nessas cidades apontadas”, disse o delegado.

Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.

Foragido apontado pela polícia como integrante de facção no RJ é achado com dinheiro e joias em hotel de Salvador — Foto: SSP-BA / Divulgação

Traficante torcedor do Flamengo usava documento falso com nome de jogador do time no momento de prisão — Foto: Reprodução/TV Bahia

Assista aos vídeos do Bahia Meio Dia 💻



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui