Saúde mental: Audiência pública é transmitida ao vivo na Câmara de Petrópolis | Região Serrana

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


O objetivo da reunião, que ocorre após duas tragédias, que deixaram 241 mortos e três desaparecidos, é contribuir com o cuidado da população, propondo a criação de medidas que possam ser desempenhadas por profissionais da saúde mental.

O encontro conta com a participação de autoridades municipais e sociedade civil organizada.

Entre as preocupações apresentadas na audiência está o acompanhamento de adultos e crianças que ainda não buscaram ajuda, ou seja, que ainda não chegaram à rede de saúde. Essa situação sinaliza a possibilidade de aumento considerável dessa demanda no futuro, que poderá precisar de ajuda a longo prazo.

“Psicólogos, psiquiatras, terapeutas e outros profissionais pretendem iniciar um em diálogo com a administração municipal, trabalhando um plano com ações de curto, médio e longo prazo”, divulgou a Câmara.

A audiência foi proposta pela vereadora Gilda Beatriz (PSD), que integra a Comissão de Defesa da Saúde da Câmara. De acordo com a parlamentar, um grave problema que vem sendo apontado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) refere-se à saúde mental das pessoas que passam por situações como a ocorrida em Petrópolis.

Vereadora Gilda Beatriz (PSD) conduzindo a audiência pública sobre saúde mental em Petrópolis após tragédias — Foto: Reprodução Canal YouTube da TV Câmara Municipal de Petrópolis



Fonte: G1